fbpx

CIM Médio Tejo avança com estação náutica no Castelo de Bode

Em Desporto

Mais de 40 parceiros da Estação Náutica de Castelo do Bode (ENCB) reuniram no dia 28 de maio, na Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, em Tomar.

A sessão, bastante participada, fez um olhar sobre o ponto de situação do processo de certificação da ENCB, dedicou-se à recolha de contributos para o Plano de Ação a três anos, apresentou as ações de comunicação e divulgação da ENCB e, por último, ainda contou com uma sessão de esclarecimentos sobre a utilização dos Recursos Hídricos, com a presença da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Miguel Pombeiro, secretário executivo da CIM do Médio Tejo, começou por fazer um ponto de situação da ENCB, dando conta que a candidatura da certificação da ENCB foi aprovada com três recomendações específicas:a Informação sobre os Parceiros e Serviços; Acessibilidade e Organização de Produtos Turísticos.

Assim, nesta fase, o secretário executivo referiu que será importante os parceiros disponibilizarem informação mais completa e detalhada sobre os serviçosprestados, assegurarem condições de acessibilidade para todo o tipo de públicos e desenvolverem uma oferta de produtos turísticos compostos juntamente com a oferta náutica.

Na reunião, os parceiros foram desafiados a construir entre si produtos turísticos integrados que associem a oferta náutica e a oferta complementar, incluindo a agenda de eventos do território e permitindo ao turista uma experiência diversificada e agregada.

Ainda durante a sessão,foram dados a conhecer os contributos que irão fazer parte do Plano de Ação a três anos da ENCB, bem como ficou presente a mensagem que a construção do Plano de Ação é agora um trabalho prioritário.

Para a elaboração do referido Plano, os três Grupos de Ação Local, ADIRN, Pinhal Maior e TAGUS, irão organizar os parceiros em grupos para que os mesmos iniciem uma estratégia concertada.

Na ocasião, foram também dados a conhecer os suportes de comunicação e divulgação do destino – Castelo de Bode, que já começou a ter eco nos órgãos de comunicação nacionais e regionais e que vai continuar a ser uma aposta da CIM do Médio Tejo neste verão 2019.

Para além dos suportes publicitários e informativos sobre Castelo do Bode, a CIM do Médio Tejo vai ainda criar uma brochura informativa que será um suporte na divulgação da ENCB e de todas as experiências que se podem ter em torno da Albufeira.

O Conselho Náutico ficou ainda marcado pela sessão de esclarecimentos sobre a utilização dos recursos hídricos. Convidado pela CIM do Médio Tejo, Carlos Castro, da APA, fez uma contextualização sobre as características da Albufeira de Castelo do Bode e deu a conhecer as interdições e as permissões previstas na Albufeira, bem como todos os licenciamentos obrigatórios.

Os parceiros aproveitaram o momento para esclarecer dúvidas sobre os processos de licenciamento, deixando presente a mensagem que muitos dos processos são extremamente morosos e burocráticos e que seria importante encontrar formas de articulação mais expeditas para esclarecimento de dúvidas e apoio à instrução dos processos de licenciamento por parte dos parceiros da ENCB.

Esclarecidas as questões, a reunião terminou com o objetivo futuro de se dar continuidade ao trabalho de projeção da ENCB enquanto rede de oferta turística náutica de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Desporto

Ir para Início