fbpx

Associação Diab(r)etes organizou o primeiro campo de férias para adultos

Em Sociedade

O 1.º Campo de Férias para Adultos com Diabetes realizou-se entre os dias 8 e 10 de junho, em Santarém, organizado pela Associação Diab(r)etes, que trabalha para enriquecer o desenvolvimento das pessoas com diabetes.

Os campos de férias para crianças são atividades relativamente habituais sobretudo nos meses de verão. No entanto, estas iniciativas são mais raras noutras faixas etárias, sobretudo quando têm como objetivo promover a aproximação e a partilha entre pessoas com a mesma doença ou condição.  O 1.º Campo de Férias para Adultos com Diabetes deu aos participantes a oportunidade de passar por uma experiência de encontro, partilha e desmistificação da vivência com a diabetes.

Sessões de informação sobre a diabetes, dinâmicas de grupo, torneios desportivos, workshops, debates e reflexões foram algumas das atividades realizadas. O objetivo é tornar os participantes mais conhecedores, autónomos e confiantes na gestão da sua doença.

O Campo de Férias contou com as presenças de vários profissionais de saúde que apoiaram os participantes e conduziram alguns momentos educativos. As sessões de formação estiveram focadas nas mais distintas temáticas, nomeadamente, na utilização de apps de saúde, que contribuem significativamente para um melhor controlo da doença.  Exemplo disso é a app mySugr, a aplicação para gestão da diabetes mais utilizada em todo o mundo que conta já com mais de 1 milhão de utilizadores e pode ser descarregada gratuitamente para Android e iOS1.

Desenvolvida numa vertente de gaming, para tornar a sua utilização fácil e divertida, esta aplicação visa facilitar a vida das pessoas com diabetes permitindo ao utilizador fazer a descarga automática dos dados de glicemia, monitorizar vários indicadores da doença e exportar esta informação num relatório para poder partilhar com o profissional de saúde.

O 1.º Campo de Férias para Adultos com Diabetes é uma iniciativa pioneira que pretende tornar-se regular. “Esta ideia já vem de longe, tendo amadurecido com o tempo, e conseguimos pô-la em prática ao ganharmos um projeto da Sociedade Portuguesa de Diabetologia e com o apoio da Roche, Go On Living e Wellion. Aqui os participantes irão encontrar um clima de confiança, sem receios de diferença, estarão entre pares.  Os momentos de aprendizagem serão vários, tal como os de diversão, mostrando que a diabetes não limita quem a tem”, explica Sérgio Louro, Presidente da Associação Diab(r)etes.

Segundo o Observatório Nacional da Diabetes (2015), em Portugal há mais de 1 milhão de pessoas adultas (20- 79 anos) com diabetes, o que representa mais de 13% da população, sendo que somente 56% destes estão diagnosticados. Este é um número que tem vindo a aumentar nos últimos anos.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início