Programa cultural em rede – Alcanena inaugura Caminhos da Água

Em Ribatejo Cool

O II ciclo da Programação Cultural em Rede tem lugar em julho, com os Caminhos da Água em 7 municípios do Médio Tejo – Abrantes, Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

Os Caminhos da Água, segundo de três ciclos anuais do Caminhos – programa cultural em rede no Médio Tejo – tem lugar de 12 a 14 de julho e 19 a 21 de julho, em Abrantes, Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

O município de Alcanena inaugura a programação deste ciclo do Caminhos e apresenta uma oferta diversificada, em vários pontos do concelho. Na sexta dia 12 às 19h, no Parque Rio dos Cantos em Espinheiro tem início os Caminhos da Água com a primeira de três atuações dos franceses Cirque Rouages, que estreiam a nível nacional o espetáculo “BOATE”. Este espetáculo passa por Alcanena, Vila Nova da Barquinha e Constância.

No sábado, dia 13 de julho, às 21h30 no Jardim das Lagoas  dá-se o encontro entre quatro artistas, que remontam o “Circo” à sua interpretação, sem tenda, sem grandes figurinos, sem animais e grandes estruturas! O espetáculo “Descobrindo o Circo” da Companhia Ome Dual é uma estreia e vai estar apenas em Alcanena. Acrobacias, Dança, Clown e Malabares ao vivo, num momento rico em movimentos, gargalhadas, cores, e bem estar que permite estimular a criatividade, fantasia e emoções.

No domingo, dia 14 de julho, das 10h às 18h, com sessões de hora a hora, na Praia Fluvial dos Olhos d’Água, o espaço é das crianças com um Cinema Insuflável. Lá dentro, as crianças  descobrem os melhores filmes de todos os tempos e encontram-se com o mundo.

Os três espetáculos em Alcanena fazem parte de uma programação com mais de 20 espetáculos, quatro estreias nacionais, com 12 artistas e/ou Companhias de Teatro de Rua e Circo Contemporâneo, de sete países (Portugal, Argentina, Brasil, Espanha, França, Itália e Reino Unido), que desaguam em julho no Médio Tejo para dois fins de semana em que todos os caminhos vão dar à água.

Vai ser realizado um Projeto Comunitário em Ferreira do Zêzere, uma masterclass de formação de novos fotógrafos, que vai além da programação cultural do Caminhos e que envolve a comunidade local. Durante 4 fins de semana, de 6 a 28 de Julho, o Viagens Na Minha Terra organiza um laboratório de fotografia com Augusto Brázio e Nelson d’Aires no concelho de Ferreira do Zêzere. A masterclass terá um máximo de 12 participantes. As candidaturas estão abertas até dia 1 de julho, no site:

Caminhos da Água de 12 a 14 de julho

Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere e Vila Nova da Barquinha

O programa dos Caminhos da Água abre em Alcanena, com o espetáculo Boate do Circo Rouages, às 19h no Parque Rio dos Cantos em Espinheiro. A sexta à noite é de música, com Célia Barroca & O Indifado no Centro Cultural de Ferreira do Zêzere às 21h30. Pouco depois, às 22h, em Constância, no Largo Cabral Moncada é possível assistir ao concerto do brasileiro Leo Middea, que mistura ritmos brasileiro com rock, tropicalismo e muito mais.

No sábado em Ferreira do Zêzere há duas sessões de Mimo’s Dixie Band, às 11h no Lago Azul e às 14h30 em Dornes. Às 18h os caminhos levam-nos a Vila Nova da Barquinha para assistir ao Circo Rouages no Largo 1º de Dezembro. Para quem gosta de circo é rumar ao Jardim das Lagoas em Alcanena para o “Descobrindo o Circo” dos OME Dual. Destaque para o concerto de Manel Cruz em Constância, às 22h, no Largo Cabral Moncada.

O domingo em Alcanena é dedicado às crianças, com Cinema Insuflável na praia dos Olhos d’Água, com sessões de hora a hora entre as 10h e as 18h. Há duas oportunidades para assistir ao espetáculo Full Circle dos ingleses Avanti Display, às 11h na praia da Bairrada/ Bairradinha em Ferreira do Zêzere ou às 21h no Largo 1º de Dezembro em Vila Nova da Barquinha. Às 17h a terceira e última oportunidade para ver os Circo Rouages, agora na zona ribeirinha de Constância.

Caminhos da Água de 19 a 21 de julho

Abrantes, Mação e Vila de Rei

O segundo fim de semana dos Caminhos da Água é inteiramente dedicado ao Teatro de Rua e ao Circo Contemporâneo. Os argentinos Chimichurri atuam no Largo dos Combatentes em Mação, enquanto que em simultâneo os espanhóis XA! TEATRE animam a Praça Barão da Batalha em Abrantes.

Vila de Rei acolhe no sábado, dia 20 de julho, circo e teatro de rua, primeiro com o Chimichurri argentino às 17h na Praia Fluvial de Bostelim e às 19h os espanhóis XA! TEATRE em frente ao Mercado Municipal.

O artista de circo italiano Fausto Giori performiza “Demenzio” e percorre vários pontos de Mação, atuando pela primeira vez no sábado às 17h na praia fluvial de Ortiga em Mação e novamente às 21h30 no Largo dos Combatentes. Já no domingo, vai estar às 11h na praia fluvial de Cardigos e às 17h na praia fluvial de Carvoeiro.

Ainda no domingo é possível assistir, às 11h na margem norte do Aquapolis de Abrantes, à única atuação de Aimar & CIA, com o espetáculo ETXEA/CASA/HOME.

Uma das bandeiras do Caminhos é o acesso gratuito a toda a programação cultural, durante os três ciclos anuais (Ferro, Água e Pedra), este ano com o seguinte calendário: Caminhos do Ferro de 12 a 14 de abril; Caminhos da Água de 12 a 14 e 19 a 21 julho; e Caminhos da Pedra, de 11 a 13 e 18 a 20 outubro.

Os Caminhos do Ferro percorreram Abrantes, Entroncamento, Tomar e Torres Novas em abril. Os Caminhos da Água mergulham em Abrantes, Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Vila Rei, e Vila Nova da Barquinha em julho. Os Caminhos da Pedra esculpem-se no Entroncamento, Ourém, Sardoal, Sertã, Torres Novas, e Vila Nova da Barquinha em outubro.

Sobre o Caminhos:

O Caminhos é um projeto que se divide em três ciclos culturais de programação em rede no Médio Tejo, e que envolve 13 municípios. Estreou-se em 2017 com três caminhos a percorrer: os Caminhos do Ferro (abril), os Caminhos da Água (julho) e Caminhos da Pedra (outubro).

Na sua terceira edição, o Caminhos, surge com uma imagem renovada e uma nova estratégia programática, que passa por uma equipa multi-disciplinar formada por agentes dos 13 municípios associados da CIM Médio Tejo.

O projeto Caminhos surgiu da vontade de 13 municípios em apresentar às suas populações ofertas culturais alternativas, arrojadas e que colocassem o território no mapa artístico e cultural a nível nacional e internacional.

Os grandes objetivos do Caminhos é gerar itinerância de públicos internos, com uma programação cultural diferenciadora, e aumentar o número de visitantes que experienciam, neste período, o território como um todo, como um roteiro turístico e cultural em rede.

Já trouxe ao Médio Tejo alguns dos artistas de maior renome nacional e internacional, com propostas irreverentes e emergentes no panorama atual.

Projeto cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início