Carmo Wood entra na China e Médio Oriente

Em Empresas

Projetos no valor de 2.200.000€ confirmam relevância internacional da empresa que tem uma fábrica em Almeirim e resultam de estratégia de crescimento sustentada e de credenciais somadas ao longo 40 anos.

A portuguesa Carmo Wood, líder europeia em madeira tratada com mais de 40 anos de história, acaba de anunciar a entrada em dois novos mercados. China e Médio Oriente são as novas geografias de atuação da empresa, que aí colocará o seu expertise ao serviço do desenvolvimento vinícola e da melhoria das redes elétricas, respetivamente.

Sendo o país com maior área de vinha do mundo, a China não é, no entanto, o que mais eficientemente gere esta riqueza. A Carmo Wood entra neste mercado com o objetivo de “partilhar o seu conhecimento e experiência, com vista ao aumento da qualidade das vinhas e ao desenvolvimento de técnicas vitícolas adequadas aos sistemas e necessidades atuais, nomeadamente ao nível da aramação de vinhas, uma das vertentes de especialidade da Carmo Wood”.

Para este propósito, a empresa portuguesa desenvolverá formação nesta área, disponibilizando igualmente produtos e soluções, a implementar e acompanhar no terreno por uma equipa dedicada ao mercado chinês.

No Médio Oriente, a Carmo Wood ajudará a desenvolver e otimizar as redes de distribuição elétrica em aldeias e outras regiões menos desenvolvidas, através do fornecimento de postes para linhas aéreas de baixa tensão em madeira Carmo Wood, com certificação europeia e marcação CE.

Com este projeto, que ascende a 2 milhões de euros, a Carmo Wood vê o seu expertise e qualidade reconhecidos, num mercado tradicionalmente dominado por empresas altamente competitivas provenientes da Suécia e da Finlândia.

Para a Carmo Wood, “a entrada nestes mercados, tão distantes quanto desafiantes, é o resultado de uma estratégia de crescimento sustentado, alicerçada no expertise da empresa em diferentes áreas de negócio e nas credenciais do trabalho realizado ao longo dos últimos 40 anos, em Portugal e além-fronteiras”, afirma Jorge Milne e Carmo, presidente da Carmo Wood. “Constitui simultaneamente um orgulho, na medida em que confirma a relevância internacional da empresa e a sua valorização ao ponto de ser escolhida para projetos tão ambiciosos e tão decisivos para a população e para a economia daqueles países”, conclui.

Líder de mercado em vários países e em vários segmentos, a Carmo exporta para mais de 40 países com faturação agregada de cerca de 70 milhões e um crescimento anual na ordem dos 20%. Com sede em Portugal, Lisboa, a Carmo dispõe de quatro unidades fabris, todas localizadas em território nacional – Pegões, Almeirim e Oliveira de Frades – que produzem para os mais de 40 países onde opera e que representarão cerca de 50% da sua faturação. Em Espanha e em França, a Carmo tem empresas próprias com escritórios em Madrid, Algeciras (Espanha) e Bordéus (França).

Sobre a Carmo Wood:

O Grupo Carmo iniciou a sua atividade industrial em 1980, no entanto a ligação ao sector dos produtos químicos é anterior a 1955, ano em que é fundada a Anglo Portuguesa de Produtos Químicos, S. A., empresa pioneira no desenvolvimento do tratamento industrial de madeiras, quer em Portugal continental e ilhas, quer em países africanos de língua oficial portuguesa como fornecedores de produtos químicos e know-how.

A sua atividade industrial teve início com a produção de madeiras redondas, tratadas em autoclave, para agricultura, linhas de eletricidade e telecomunicação, mas depressa se alargou a produtos como parques infantis, mobiliário em madeira rústico e urbano e ainda decks em madeira. Mais recentemente, a engenharia com base nas estruturas de madeira lamelada colada e maciça permitiu ampliar a oferta da Carmo a casas para habitação, escritórios, grandes estruturas de cobertura, pontes e uma infindável oferta de soluções em madeira, conquistando diferentes prémios e distinções em todas estas áreas.

A Carmo Wood conta atualmente com cerca de 400 trabalhadores, diretos e indiretos.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Empresas

Ir para Início