Azambuja assina protocolo com Associação de Arqueólogos para o estudo e conservação do Castro de S. Pedro

Em Região

A Câmara de Azambuja aprovou, na última reunião, um protocolo de colaboração com a União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa e a AAP – Associação de Arqueólogos Portugueses, que visa promover o estudo, preservação, conservação e divulgação do Castro de Vila Nova de S.Pedro, através da partilha de recursos humanos, técnicos e materiais. Com este protocolo comprometem-se a realizar trabalhos de investigação, conservação, restauro e musealização do sitio arqueológico; realização de trabalhos de limpeza na área envolvente ao monumento, bem como, a dinamização e promoção de visitas ao Castro de Vila Nova de S. Pedro, e ao Museu Arqueológico do Carmo, onde se encontram depositados materiais arqueológicos do sítio.

O Município de Azambuja compromete-se a conceber e colocar mobiliário urbano, estabelecendo o percurso até ao Castro, contendo sinalética informativa, bem como sinalização de orientação e de carácter turístico-cultural; e a promover a criação de um centro interpretativo, que enquadre os visitantes no contexto das sociedades pré-históricas.

Em conjunto com a União de Freguesias, a Câmara Municipal compromete-se ainda a apoiar financeiramente as campanhas de verão, nomeadamente a alimentação das equipas técnicas e a realização de atividades de arqueologia destinadas ao publico, como por exemplo, o dia aberto. 

De salientar que o Castro de Vila Nova de São encontra-se classificado como Monumento Nacional, desde 1971.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início