fbpx

Encerrada há 4 anos – LNEC autoriza reabertura da EN144 em Santarém

Em Sociedade

O LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil emitiu esta quarta-feira, dia 10, um relatório que permite a reabertura do troço da N114 que liga a cidade à ponte sobre o Tejo, encerrado há mais de 4 anos, após a derrocada da encosta. O comunicado do Ministério das Infraestruturas e Habitação refere que o IP irá assumir a realização das obras de consolidação da encosta das portas do Sol, sobre a linha do Norte, e que o LNEC emitiu um relatório que autoriza a reabertura da N118.

“Quanto à Encosta Santa Margarida, o LNEC emitiu já hoje (dia 10) um relatório autorizando a abertura condicionada da N114 (só uma faixa – a mais afastada da encosta), o que acontecerá nos próximos dias“, afirma o Ministério comandado por Pedro Nuno Santos. O comunicado adianta que “a abertura integral da N114, sem restrições, só será possível após um período de monitorização mais alargado”.

O problema da instabilidade das encostas de Santarém voltou à agenda nacional esta segunda-feira com a notícia do Público que dava conta de um diferendo que estava a atrasar as obras na encosta das Portas do Sol, colocando em risco a estabilidade desta colina sobre a Linha do Norte em Santarém.

Por sua vez, o deputado do PSD eleito por Santarém Duarte Marques questionou o Governo, no dia 2 de julho, o Governo sobre os problemas da segurança das encostas de Santarém. Veja aqui a intervenção do deputado Duarte Marques na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Em resposta às perguntas do deputado do PSD por Santarém, Duarte Marques sobre a segurança da circulação na Linha do Norte junto à encosta das Portas do Sol, o secretário de Estado das Infraestruturas Jorge Delgado declarou que “as obras na encosta de Santa Margarida estão concluídas, foram instalados os inclinómetros para monitorizar a segurança da encosta, e segundo o LNEC a EN114 poderá reabrir em breve“. Veja aqui a resposta do secretário de Estado das Infraestruturas Jorge Delgado ao deputado do PSD.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início