fbpx

NERSANT dá a conhecer novas práticas de planeamento financeiro para empresas em Rio Maior

Em Empresas

Num contexto de maior competição e de menor disponibilidade de financiamento bancário, é crítico que as empresas consigam explicar de forma simples a sua atividade, identificar a contribuição de cada área, articular os principais determinantes de rentabilidade e modelizar a capacidade de geração de fluxos de caixa do seu negócio. Neste sentido, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, vai estar em Rio Maior a explicar às PME novas ferramentas de planeamento financeiro.

“Análise de Rentabilidade, Modelização, Orçamento e Planeamento”, é este o nome da sessão do projeto financiado Ribatejo InovFin que vai estar dia 5 de setembro, a partir das 15h00, no CNIRM – Centro de Negócios e Inovação de Rio Maior, pelas mãos da NERSANT. O workshop pretende dar a conhecer aos participantes ferramentas de planeamento financeiro alternativas aos balancetes contabilísticos, que permitem às mesmas prever o seu desempenho futuro e, com base nessa informação, delinear a estratégia empresarial.

Na sessão de literacia financeira, serão facultadas às empresas participantes ferramentas que lhes permitam identificar as áreas da sua empresa que geram riqueza, alocando os custos relevantes, bem como ferramentas que permitem às PME realizar orçamentos anuais e planos plurianuais e que lhes darão informações sobre como antecipar necessidades de financiamento e preparar mapas financeiros para banca e investidores.

Marco Alves, da Rácios Consulting e Virgílio Carvalho, da Cinepre, são os oradores desta sessão, que tem inscrições gratuitas para todos os participantes no portal da NERSANT, em www.nersant.pt ou no portal do projeto em www.inovfin.pt.

De referir que o projeto Ribatejo InovFin é um projeto dinamizado pela NERSANT que conta com o financiamento do COMPETE 2020 no âmbito do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. O programa visa a promoção da inovação como um instrumento fundamental para o aumento da competitividade das empresas, nomeadamente através da aproximação entre estas e as entidades do sistema nacional de inovação, da promoção de estruturas financeiras mais equilibradas e da melhoria das condições de acesso ao financiamento das PME.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Empresas

Ir para Início