Azambuja – Parque da Milhariça vai ter passadiço e áreas de lazer e recreio

Em Região

Aprovada abertura de concurso para Beneficiação do Parque da Milhariça em Aveiras de Cima

A Câmara Municipal de Azambuja aprovou, na sua última reunião ordinária, no dia 30 de julho de 2019, a abertura de concurso para a concretização do projeto de requalificação do Parque da Milhariça, na vila de Aveiras de Cima. O preço base do concurso público desta obra é de 900 mil euros + IVA.

A intervenção pretende de constituir a área de recreio e lazer do Parque da Milhariça, ligando o lugar dos Casais da Milhariça com a sede de freguesia de Aveiras de Cima. O projeto contempla a construção de um passadiço, sobre a Ribeira da Milhariça, que articule as duas áreas urbanas, dotando o Parque da Milhariça como elemento agregador que imputa a coesão territorial preconizada.

A organização geral do Parque da Milhariça prevê a criação de um parque de estacionamento para viaturas ligeiras, assim como o acesso de emergência e serviço ao parque e ao edifício de apoio que mais adiante é descrito.

O parque de estacionamento articula-se com o caminho principal, que constitui o circuito de manutenção e que envolve toda a área de intervenção, materializando os limites gerais deste espaço verde de recreio e lazer que se concretiza.

Para Sul estrutura-se a área central do parque, que alberga o edifício de apoio, com snack-bar, balneários de serviço ao campo de jogos e instalações sanitárias públicas; este edifício disponibilizará um espaço de esplanada, voltada para as duas áreas de equipamentos infantis a concretizar: uma albergará um equipamento para a faixa etária dos 6 aos 10 anos e outra com equipamentos destinados a crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 6 anos. A criação de duas áreas de parque infantil segregadas visa a salvaguarda das condições de segurança das crianças, pela diferença de estatura e pela natureza distinta do recreio que praticam.

O campo de jogos, com orientação Noroeste-Sudeste configura o núcleo do parque; a sua superfície, concebida objetivamente para as adequadas condições de jogo, em pavimento de poliuretano, permite que aqui decorram competições, dotando-se ainda parte do seu perímetro com um sistema de bancadas que se integram nos taludes.

A arborização do parque prevê a valorização dos recursos naturais ribeirinhos presentes, com a plantação de árvores de espécies características da mata ribeirinha, com diferentes portes, projetando sombra nas áreas de estadia e promovendo o conforto e a fruição do espaço silvestre que aqui se pretende recriar. Na zona adjacente à margem da Ribeira da Milhariça, assim como no talude que estabelece a transição de cota da Rua das Almargens para a plataforma do parque de estacionamento, preconiza-se a plantação, com recurso ao processo de hidrosementeira, de uma mistura arbustiva de espécies ripícolas; o mesmo processo deverá ser adotado na plantação de espécies herbáceas que revestirão os taludes, concretizando a sua estabilização e a diversidade paisagística do lugar.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início