In Santarém – Festival de artes e cultura anima cidade

Em Ribatejo Cool

Para além de várias exposições patentes em diferentes espaços do centro histórico, ficam as sugestões para os próximos dias do projeto municipal Santarém Cultura/ In Santarém 2019 – Festival de Artes e Cultura.

Tradição com o Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas

A tradição e a etnografia voltam a invadir o centro histórico da cidade na manhã de sábado, 17 de agosto, entre as 10h00 e as 13h00, desta vez com o Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas como convidado do Percurso/Tradição, em parceria com o INATEL. Como acontece semanalmente, o grupo vai desfilar pelo centro da cidade dando a conhecer danças e cantares vindos de outros tempos.

Animação desportiva  e Yoga para todos nas Portas do Sol

A ‘Animação Desportiva’ regressa ao Jardim Portas do Sol na manhã de sábado, 17 de agosto, entre as 10h30 e as 12h00, onde decorrem diferentes atividades para famílias, com o apoio DECATHLON.

Ainda no mesmo local, entre as 11h00 e as 12h00, vai realizar-se uma nova sessão de ‘Yoga para todos’, sob a orientação dos monitores da AMA (Associação Movimento Aberto).

Cartografia Sentimental, uma nova interpretação de imagens antigas de Santarém

No Palácio Landal, no Largo Padre Chiquito, pode ser visitado a instalação Quercus faginea Lam., da autoria de Carla Cabanas. Desenvolvido para fazer parte da exposição Cartografia Sentimental, trata-se de um projeto composto por imagens de épocas distintas, vindas do arquivo do site Eu Gosto De Santarém. Retratam os habitantes locais e as suas atividades quotidianas, que aqui assumem o formato das folhas da árvore Quercus faginea/Carvalho-português, espécie nativa da região. A artista pretende invocar a queda sazonal das folhas, relacionando-as com as várias gerações de pessoas que viveram ou visitaram Santarém. A exposição pode ser visitada até 21 de setembro, de segunda a sexta-feira, de manhã,  das 9h30 às 12h30, e durante a tarde das 14h00 às 17h30 e, aos sábados, entre as 10h00 e as 13h00.

Menu História com Arte… Pombinhas de Santarém

Está a decorrer em cerca de 30 cafés e pastelarias da cidade a campanha ‘Menu História com Arte… Pombinhas de Santarém’, uma parceria entre o Município de Santarém, as carnes Nobre e a Compal/Sumol. Associadas ao culto do Espírito Santo, as Pombinhas de Santarém são um misto de pão e bolo tradicional feito de massa de farinha de trigo levemente adocicada, cuja criação está ligada ao “bodo” distribuído aos pobres no dia de Pentecostes, que se comemora 50 dias após a Páscoa.

20 Lojas, 20 Fotografias

Em algumas travessas do centro histórico de Santarém, encontram-se expostas várias imagens de comerciantes locais. ‘20 Lojas, 20 Fotografias’, é um projeto concebido por Augusto Brázio e Nelson D´Aires, com imagens impressas em grande formato e colocadas nas travessas das ruas principais. Este trabalho feito junto da comunidade comercial recupera e dá protagonismo aos dinamizadores do centro histórico da cidade de Santarém.

ScalaBus In.Santarém, visitas turísticas gratuitas

Já se encontra em circulação no planalto da cidade o ScalaBus In Santarém, que oferece a possibilidade de viajar gratuitamente com visitas orientadas, de quarta-feira a domingo, entre 23 de julho e 8 de setembro. As partidas acontecem sempre junto da Sala de Leitura Bernardo Santareno, no Jardim da Liberdade, entre as 10h00 e as 11h00. Uma parceria com a Rodoviária do Tejo para redescobrir o centro histórico sob diferentes perspetivas.

Exposição de fotografias ‘Portas e janelas da minha cidade’

Em permanência, pode ser visitada a exposição de fotografia ‘Portas e janelas da minha cidade’, patente ao longo da rua Serpa Pinto e na Praça Visconde Serra do Pilar, onde se encontram afixadas em varandas dos edifícios 50 imagens de Paulo Semblante Mendes e Nelson Monteiro Magalhães.

Galerias com arte no centro histórico

No centro histórico duas antigas lojas devolutas foram convertidas em ‘Galerias com arte’ e passaram a acolher duas exposições de obras de artistas da região. ‘Contos para te contar’ é o nome da mostra que junta no mesmo espaço trabalhos dos artistas plásticos Fernanda Narciso e Mário Rodrigues, recentemente desaparecido. A exposição pode ser visitada no edifício do antigo Hotel Abidis, n.º 91, na Rua Serpa Pinto.

A escassos metros, ainda na mesma rua, no n.º 60, está patente a exposição ‘Memórias’, projeto que reúne pinturas de Cremilda Salvador, Noémia Tomás e António Cordeiro, artistas que, individualmente, ou em conjunto já participaram em várias têm exposições, tanto em Portugal, como em Espanha. As exposições podem ser visitadas até ao dia 11 de agosto, de segunda a sexta-feira, de manhã entre as 10h00 e as 13h00, e de tarde, entre as 15h00 e as 18h00. Aos sábados, funcionam entre as

10h00 e as 13h00.

Pintura de Salgueiro Maia na antiga EPC

Na fachada principal da antiga Escola Prática de Cavalaria pode agora ser contemplada uma pintura mural da autoria de João Samina. O artista recriou a figura do Capitão de Abril, Fernando Salgueiro Maia, que daqui saiu rumo a Lisboa na madrugada de 25 de Abril de 1974.

Urbanidade – 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)

Até 24 de dezembro, continuam as celebrações com a exposição ‘Urbanidade -150 Anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)’. A mostra pode ser vista em diferentes pontos do planalto, onde várias telas apresentam a evolução da terra através de imagens acompanhadas por pequenos textos explicativos. A exposição divide-se em duas partes, a segunda encontra-se na Casa do Brasil – Casa Pedro Álvares Cabral, onde a cerca de 300 fotos se juntam objetos e filmes que mostram as principais conquistas da jovem cidade, desde a cultura e do desporto, educação e saúde, ao abastecimento e saneamento público, dos transportes e comunicações, até ao urbanismo, dos espaços verdes ou aos quarteis militares.

Exceto onde indicado, todos os espetáculos são de acesso gratuito.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início