Protesto inédito no Cartaxo – Bloco defende fim do financiamento público a touradas

Em Região

“Tortura não é cultura, o sofrimento animal não é divertimento humano em sociedades evoluídas”, afirma o BE.

Em comunicado de imprensa, o Bloco de Esquerda “saúda as e os cidadãos que, no dia 23 de agosto, realizaram o primeiro protesto anti touradas no Cartaxo” e considera que “a iniciativa cidadã tem um papel fundamental na construção e transformação positiva das mentalidades”.

A defesa do bem-estar animal é uma  bandeira que o Bloco de Esquerda defende desde sempre e volta a levantar nestas eleições legislativas, tendo muitos dos seus aderentes participado ativamente neste protesto inédito no Cartaxo, informa a candidata.

A cabeça de lista do BE, Fabíola Cardoso, sugere uma reflexão às pessoas: “tortura não é cultura e o sofrimento animal não é divertimento humano em sociedades evoluídas” (…), realçando “estamos contra todas as formas de violência e dominação”.

A partir destes conceitos que o Bloco partilha com a população se induz a sua proposta: “propomos a eliminação dos apoios públicos, diretos e indiretos, a eventos tauromáquicos e a outros espetáculos que causem sofrimento animal”.

Considerando que os espaços estão subaproveitados o Bloco propõe ainda a “reconversão das praças de touros em espaços de verdadeira cultura e desporto abertos às populações”, a exemplo do que alguns municípios já fizeram.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início