Segurança Social com maior receita dos últimos 18 anos

Em Sociedade

O ministério do Trabalho e Segurança Social garante que o aumento da receita, nos primeiros sete meses deste ano, em 826,2 milhões de euros, representa o maior crescimento dos últimos 18 anos.

Pelas contas do governo, o aumento das contribuições e quotizações refletiu um crescimento de 8,7% – comparado com o período homólogo do ano passado – que é explicado “pela queda do desemprego, o aumento das remunerações e o dinamismo do mercado de trabalho”.

O ministério realça o aumento efectivo da despesa com pensões em mais de 510 milhões de euros devido à “atualização extraordinária de pensões com efeitos a janeiro de 2019” e o reforço da proteção social, como, por exemplo, a prestação social para  inclusão e complemento, os subsídios de parentalidade ou o abono de família.

Por outro lado, entre janeiro e julho de 2019, a despesa com prestações de desemprego baixou 41 milhões de euros (comparando com os primeiros sete meses do ano passado).

Feitas as contas, com um saldo total de 1 661,3 milhões de euros, o governo conclui que “a Segurança Social continua a dar um contributo positivo para a redução do défice orçamental e para a consolidação das finanças públicas”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início