INFARMED pede investigação da Judiciária sobre consumo de produtos com testosterona

Em Saúde

Sobre o alegado consumo de produtos com testosterona, que tem sido amplamente noticiado nos diversos órgãos de comunicação social portugueses, na sequência do internamento do ator de telenovela Ângelo Rodrigues, o INFARMED, I.P. emitiu um comunicado para esclarecer que “Estão autorizados no nosso País, 3 medicamentos contendo testosterona, com indicações terapêuticas bem estabelecidas e cuja utilização carece de prescrição para a sua dispensa e sendo a sua administração efetuada por profissionais de saúde.

Quanto ao eventual desvio de medicamentos utilizados no circuito legal para circuitos paralelos, o INFARMED, I.P. desencadeou ações de averiguação dessas eventuais situações, tendo solicitado para isso a intervenção da Polícia Judiciária e outras entidades, nomeadamente Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) e Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), se necessárias, à investigação. No entanto, 2podemos afirmar que no ano corrente não existe qualquer reporte de uso ilícito destes medicamentos no circuito legal, refere o comunicado do INFARMED, I.P..

O INFARMED, I.P. recorda que “o medicamento, pela sua natureza e finalidade, apenas deverá ser utilizado nas condições em que está aprovado e nas condições estabelecidas na sua autorização, as quais constam do Resumo das Características do Medicamento destinado aos profissionais de saúde, e no Folheto Informativo, destinado aos cidadãos utilizadores, salientando-se que se trata de medicamentos apenas passíveis de utilização obrigatoriamente mediante receita médica”.

“A utilização racional de medicamentos é, também, uma responsabilidade de todos, devendo ser usados somente para as situações para que estão indicados de forma a garantir o maior benefício possível”, conclui o INFARMED.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Saúde

Ir para Início