dav

GNR identificou 455 suspeitos de fogo posto

Em Sociedade

Os números divulgados pela GNR fazem o balanço dos primeiros oito meses deste ano, sendo de destacar que, a nível nacional, foram identificadas 4.520 situações indicativas de fogo posto ou seja crime de incêndio, por dolo ou negligência.
Considerando os dados relativos à prevenção de incêndios, foram contabilizadas em 6.128 ações de sensibilização, que alcançaram mais de 121 mil pessoas, e 41.500 patrulhas ao longo de 3 milhões de quilómetros.
A GNR explica, em comunicado, que o contacto directo com a população teve como objectivo alertar para os “procedimentos preventivos a adotar, nomeadamente sobre o uso de fogo, a limpeza e remoção de matos e a manutenção das faixas de gestão de combustíveis”. 
Quanto ao patrulhamento, até 1 de setembro, a atuação dos militares resultou em 47 detidos crime de incêndio florestal, 455 pessoas identificadas por suspeita de fogo posto, 593 multas por queimas e queimadas feitas indevidamente e ainda 5.360 autos de contraordenação por falta de limpeza de terrenos. 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início