Desinformação em período eleitoral em debate

Em Atual



Comissão Europeia, Google, jornalistas e académicos juntam-se amanhã na sede da Representação da Comissão Europeia em Lisboa para discutir a desinformação em períodos eleitorais.

A perturbação das eleições através da desinformação online tornou-se uma grande preocupação para as democracias. A União Europeia lançou uma série de ações para abordar o problema, especialmente antes das eleições deste ano para o Parlamento Europeu. As eleições nacionais não estão isentas deste risco de desinformação, pelo que a representação da Comissão Europeia em lisboa organiza esta mesa redonda.
Helena Martins, Responsável de Políticas Públicas da Google Portugal, Paulo Pena, jornalista do Diário de Notícias, e Gustavo Cardoso, professor catedrático do ISCTE, são alguns dos nomes que, amanhã, debatem o perigo da desinformação em período de eleições, com destaque para as legislativas de outubro. Qual é a gravidade dos riscos de desinformação nas eleições legislativas portuguesas?

Quais são as novas tendências em termos de desinformação e de ameaças em linha que podem afetar as eleições? Quem está a monitorizar essas ameaças e como? Que mais é necessário fazer em termos de monitorização, controlo da aplicação, alterações legais e coordenação da UE? Estas algumas das questões em cima da mesa no debate desta quinta-feira.

A sessão é co-organizada pela Representação da Comissão Europeia em Portugal e pela Democracy Reporting International, e começará às 10 horas, na sede da Representação, em Lisboa.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Atual

Ir para Início