PSD visita operação de limpeza no rio Sorraia e responsabiliza Ministro do Ambiente por atraso de 3 anos

Em Região

Uma delegação do PSD do distrito de Santarém visitou esta manhã as operações de remoção dos “jacintos” que ocupam a quase totalidade da superfície do rio Sorraia. Oportunidade para lembrar que Deputados e autarcas do PSD andavam há três anos a alertar para este problema e a exigir medidas ao Ministério do Ambiente e às autarquias de Benavente e de Coruche.

A visita iniciou-se em Benavente, Trejoito, e prosseguiu para Coruche, mais concretamente para a ponte do Rebolo, freguesia do Biscainho, onde decorreu um encontro com a representantes da Agência Portuguesa do Ambiente e da Associação de Regantes.

A Comitiva do PSD incluiu Deputados à Assembleia da República, os autarcas do PSD eleitos em Coruche e Benavente, a Comissão Política Distrital do PSD e os candidatos à Assembleia da República.

Segundo os candidatos do PSD; esta visita permitiu verificar por um lado que a operação de remoção está de facto a acontecer, mas a um ritmo bastante lento em consequência dos escassos recursos disponíveis e colocados ao serviço desta missão, apesar do enorme do esforço dos colaboradores da APA e da associação de regantes envolvidos nesta operação.

O PSD aproveitou também esta oportunidade para desmentir (ver provas em anexo) as declarações do Ministro do Ambiente e da Transição Energética que em visita ao rio Sorraia que teve lugar na semana passada afirmou que tinha agido de “imediato após ter tido conhecimento da situação no rio Sorraia”. Ora isso não corresponde à verdade como comprova uma Resposta Parlamentar dada pelo próprio Ministro após pergunta colocada pelos Deputados do PSD já em outubro de 2016. O PSD lamenta que o Ministro do Ambiente tenha faltado à verdade e sobretudo que tenha demorado três anos a agir neste assunto.

O PSD critica que mais uma vez o Governo aja em reação a um acontecimento, sobretudo após notícias embaraçosas para o governo, e não preventivamente como é recomendado. Outra das preocupações do PSD, senão mesmo a principal, é garantir que de agora em diante passe a existir um plano e meios adequados para evitar que esta situação volte a ocorrer.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*