Manifesto da PSP chega segunda-feira a Vila Franca de Xira

Em Sociedade

A Organização Sindical dos Polícias (OSP/PSP) acusa o poder político de banalizar “há largos anos” as forças de segurança, com um grau de desinvestimento que, num futuro próximo, “colocarão em causa o poder de resposta operacional da Polícia, às solicitações dos cidadãos.”

No manifesto que esta sexta-feira começa a ser distribuído pelo país, numa carrinha que vai percorrer dezenas de concelhos, a OSP/PSP escreve que os profissionais de polícia não são trabalhadores de segunda e expõe publicamente um conjunto de exigências a fazer ao Governo, como é o caso do subsídio de risco, o subsídio de turno, o pagamento de horas extra aos domingos e feriados e ainda o reconhecimento da atividade como profissão de desgaste rápido.

O panfleto a distribuir às populações está na rua e chega segunda-feira ao concelho de Vila Franca de Xira, entre as 08h00 e as 14h00, passando pelo Largo Marquês de Pombal, junto à estação da ferroviária, pela Rua Dr. António José de Almeida, junto ao mercado de Alverca do Ribatejo, pela Rua Irene Lisboa, junto à estação da CP e pelo Largo César Alípio Ferreira, junto ao mercado da Povoa de Santa Iria, marcando também presença na Rua Quinta da Fervença, junto à estação da ferroviária e Rua Ramada Curto, junto ao shopping. O percurso passará também pelos concelhos de Santarém e de Torres Novas, mas ainda não tem datas definidas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início