Bienal de Artes de Coruche prossegue este fim de semana (Vídeo)

Em Ribatejo Cool

Continua a decorrer em Coruche a Bienal de Artes. Vale a pena visitar as ruas decoradas com obras de arte nas paredes, as intervenções artísticas em casas devolutas, as lanternas penduradas e as exposições.

Este fim de semana há uma mostra cultural de África, Índia e Macau, com música e dança, workshops, artesanato e gastronomia, já este sábado à tarde, no pátio da antiga escola. Domingo também uma mostra de cinema.

Consulte aqui o programa completo.

Com o mote “As artes invadem o Bairro”, esta edição tem como novidade a introdução das Residências Artísticas, que decorreram entre maio e julho e consistiram na permanência de onze artistas na vila de Coruche durante três semanas, permitindo que conhecessem melhor a região e a cultura locais e se deixassem inspirar pelas mesmas na conceção das suas obras.
O resultado está agora à vista nas ruas e casas do Bairro.

Veja aqui o Vídeo da inauguração da Bienal.

Por seu lado, o projeto das Envolvências Locais, inserido na Bienal, permite que toda a comunidade participe nesta iniciativa com trabalhos artísticos relacionados com os nomes das ruas do Bairro Novo que, assim, estão agora decoradas com peças alusivas a África, Índia e Timor.

Este projeto conta com 150 participações individuais e 37 associações envolvidas.
Os visitantes podem participar em workshops de dança tradicional, mostras de gastronomia, workshops de caligrafia, recortes de papel, artesanato, tatuagens Henna e outros eventos relacionados com África, Índia, Macau e Timor, a decorrerem no pátio da antiga Escola do Bairro Novo.

Está a decorrer este sábado, uma Mostra Cultural de África, Macau e Índia, no pátio da escola, com dança e música, gastronomia, workshops e artesanato, a partir das 15h00.

Continua no domingo a mostra de cinema e as conversascom os realizadores coruchenses João Alves, João Domingos, Carlos Amaral, Frederico Ferreira e Tânia Prates.

Nas sessões de cinema serão também mostrados filmes do cineasta timorense Victor de Sousa Pereira. O evento conta ainda com a presença da investigadora Maria do Carmo Piçarra, que falará do seu trabalho acerca da temática abordada no filme “Vitória ou morte: a queda da Índia Portuguesa”, de Pedro Efe e Pedro Madeira, e do soldado coruchense Sérgio Gomes, que esteve em Diu, na Índia.
A edição deste ano da Bienal começou no dia 28 de setembro e estende-se até dia 13 de outubro, com uma programação que abrange várias áreas artísticas.

A Bienal de Artes é, pois, mais um atrativo para uma visita a Coruche.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início