Cartaxo declara guerra à lagarta-do-pinheiro, ratos, baratas, formigas…

Em Região

No próximo dia 14 de outubro começam os primeiros trabalhos no âmbito do contrato celebrado entre o Município do Cartaxo e a DST – Desinfecções Sul Tejo, Lda., para aquisição de serviços de controlo e desinfeção de pragas em área urbanas, rurais e nos edifícios municipais.

O contrato foi celebrado, a 25 de setembro, na sequência do procedimento de ajuste direto ao abrigo do acordo quadro n.º 01/2018 celebrado pela Central de Compras Eletrónicas da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.

Os primeiros trabalhos incidirão no controlo da praga da processionária ou lagarta-do-pinheiro, conhecidos que são os seus efeitos nocivos nas árvores, nas pessoas e nos animais, podendo causar graves problemas de saúde pública.

Com um custo total de 19.886,71 €, o contrato prevê, ao longo dos 365 dias em que vigora, a prestação de um serviço de controlo contínuo que engloba não só a desinfestação da lagarta-do-pinheiro, como também a desratização de linhas de água em espaço urbano, em câmaras de visita da rede de drenagem de águas pluviais e nas instalações técnicas e balneários do estádio municipal.

O contrato prevê ainda intervenções pontuais, como a desratização nos refeitórios escolares da EB1 de Pontével e da EB José Tagarro, assim como a desinfestação de formigas no museu da Quinta das Pratas e na EB1 de Pontével.

O presidente da Câmara, Pedro Magalhães Ribeiro, destacou a premência e a importância da celebração deste contrato, “Este é um trabalho que deve ser permanente e diário, pois só com uma vigilância constante e um combate atempado nos poderemos antecipar a pragas que todos conhecemos e sabemos quais os efeitos nefastos que poderiam ter junto das nossas populações”. “Este é um trabalho da responsabilidade do Município que não descuramos, apostando na prevenção como melhor arma de combate”, concluiu.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início