Estátua do século XVI de Nossa Senhora dos Prazeres visita às comunidades de Fátima

Em Sociedade

A imagem do século XVI esteve mais de um século escondida dentro de uma parede e o centenário do seu achado celebra-se este ano.

Datada do século XVI, a estátua de Nossa Senhora dos Prazeres, que junto com Santo António, é padroeira da Paróquia de Fátima, na diocese de Leiria-Fátima, tem uma história curiosa.

Este ano, cem anos após ter sido descoberta dentro de uma parede da Igreja Paroquial de Fátima, a Imagem visita as comunidades da sua paróquia em peregrinação.

De autor desconhecido, mas que se sabe ser frade franciscano espanhol, a Imagem de Nossa Senhora dos Prazeres, esteve mais de um século escondida dentro de uma parede.

Isto porque, no século XIX, para protegerem a Imagem da padroeira nas Invasões Francesas, em que também o território de Fátima foi assolado pelos invasores, alguns paroquianos emparedaram-na, às escondidas, numa das paredes principais da igreja, precisamente onde se encontrava o altar. A ação ficou em segredo e acabou por cair no esquecimento.

Volvidos mais de cem anos, em 1919, ao deitarem abaixo a dita parede para aumentar o espaço da Igreja, os pedreiros deram-se com a Imagem da Senhora. Grande surpresa, motivo de alegria, regozijo, foguetes e festa, e a Imagem voltou a ser venerada pelos seus paroquianos.

“Para que todos os paroquianos possam receber a visita da sua Padroeira, a Imagem peregrinará pelas comunidades da Paróquia durante o mês de outubro, Mês Missionário e do Rosário”, anuncia o pároco, padre Rui Marto.

A Imagem será acolhida e permanecerá em cada comunidade entre as 21h e as 22h30, segundo o seguinte calendário:

Dia 8 – Giesteira; dia 9 – Boleiros; dia 15 – Maxieira; dia 16 – Ortiga; dia 22 – Montelo; dia 23 – Lombo d’Égua; dia 29 – Moita Redonda.

Cantata a Nossa Senhora a 30 de outubro

Já com o regresso da Imagem de Nossa Senhora dos Prazeres à Igreja Matriz, a 30 de outubro, quarta-feira, com início às 21h, a noite será reservada para uma Cantata a Nossa Senhora com a participação dos grupos corais da Paróquia. Do programa consta a recitação do rosário e a recriação do sucedido à Imagem da Padroeira.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início