Carteiros do Entroncamento continuam greve contra assédio moral

Em Sociedade

Iniciou-se ontem, dia 8 de outubro, e prolongar-se-á até ao próximo dia 15 de outubro, a greve dos carteiros do Centro de Distribuição Postal do Entroncamento “contra o assédio moral e desrespeito por parte da administração da empresa”.

Esta jornada de luta conta com a adesão de todos os carteiros com vínculo de trabalho permanente (existindo apenas 2 trabalhadores com vínculo precário ao serviço). A greve decorre, ao longo da semana durante duas horas diárias, e segundo a União dos Sindicatos do Distrito de Santarém, “resulta das inúmeras pressões e maus tratos que os trabalhadores daquele local de trabalho têm sofrido e que a administração da empresa preferiu ignorar, apesar de informada”.

Reunidos esta manhã em concentração junto às instalações dos CTT no Entroncamento, os trabalhadores decidiram que o protesto é para levar até ao fim, “salvo se a administração tomar medidas efetivas para acabar com o assédio moral a que estão sujeitos”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Sociedade

Ir para Início