Maratona Fotográfica Fotografar o nosso Património Religioso

Em Ribatejo Cool

A maratona tem a duração de 24 horas e decorre nos dias 13 e 14 de dezembro de 2019. O encontro é organizado pela Rede de Bibliotecas Escolares, pela Rede Intermunicipal de Bibliotecas da Lezíria do Tejo, pela Rede intermunicipal de Bibliotecas do Médio Tejo e pelo Centro de Informação Europe Direct Oeste e Lezíria do Tejo.

Esta iniciativa faz parte do projeto Marcas na História, que surgiu da necessidade de reforçar o papel das bibliotecas escolares e municipais.

Até dia 15 de novembro pode inscrever-se na maratona fotográfica Fotografar o nosso Património Religioso, que terá uma duração de 24 horas. O evento, com uma fase concelhia e outra intermunicipal, terá início às 13h00 de sexta-feira, dia 13 de dezembro, e termina às 12h59 de dia 14 de dezembro.

Cada um dos participantes será livre de fazer o percurso que desejar ou de se associar aos percursos promovidos pelos concelhos organizadores deste evento, que serão organizados e divulgados pelas bibliotecas escolares e municipais, concelho a concelho.

A Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita, do Cartaxo, que integra a Rede Intermunicipal de Bibliotecas da Lezíria do Tejo, será responsável pela organização e divulgação do percurso neste concelho.

Os trabalhos a concurso serão classificados pela sua qualidade técnica (iluminação, exposição, foco, edição), pela sua composição (criatividade, perspetiva, centro de interesse, harmonia) e pela sua mensagem (estilo, contexto, expressão, narratividade).

Esta maratona procura valorizar e promover o património religioso local, de todos os concelhos envolvidos, fomentando o estabelecimento de parcerias de âmbito municipal, intermunicipal e europeu.

Fotografar o nosso Património Religioso pretende estimular, reconhecer e premiar a capacidade e criatividade fotográfica dos participantes, a quem serão atribuídos prémios nas duas fases. As fotos classificadas em primeiro lugar na fase concelhia, em cada um dos escalões, transitarão à fase intermunicipal, onde serão avaliadas por um júri intermunicipal.

O projeto “Marcas na História” surgiu da necessidade de reforçar o papel das bibliotecas escolares e municipais na dinamização de projetos agregadores, entre os agrupamentos de escolas, biblioteca municipais e a comunidade em geral, também em articulação com outros parceiros.

A abrangência do tema escolhido permite a sua fragmentação em subtemas que possibilitam um contacto com tradições, monumentos e personalidades, num contexto de aprendizagem e convívio capaz de desenvolver competências em diversas literacias e áreas curriculares, dentro e fora das escolas.

Para isso, é necessário reinventar práticas e o uso de fontes diversificadas de informação, sem esquecer nunca o recurso basilar que são as bibliotecas, tanto as escolares como as públicas/municipais.

Nesta maratona, a primeira ação deste projeto, o uso da imagem associada às tecnologias vai ao encontro da necessidade de inovação no contexto da escola e da sociedade atual, correspondendo aos interesses e ao gosto dos alunos e dos jovens, mas também da comunidade local.

Fotografar o nosso Património Religioso procura despertar todos os envolvidos para novas formar de observar, registar, conhecer e avaliar o que existe à sua volta.

Os interessados poderão proceder à respetiva inscrição a partir do dia 11 de outubro de 2019 até ao dia 15 de novembro de 2019, nas bibliotecas escolares, bibliotecas municipais ou diretamente aqui

Conheça as normas aqui

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*