Município de Tomar constrói nova estrutura no açude do Mouchão

Em Região

A Câmara de Tomar está a proceder a uma intervenção no açude do Mouchão que altera o procedimento sazonal tradicional, favorecendo em contrapartida a segurança e a eficácia.

O Município de Tomar reconhece que “não era mais viável manter a secular tradição de construção do açude da roda do Mouchão nos moldes descritos na obra de Fernando de Araújo Ferreira,  “Coisas Simples da Terra Tomarense – O Rio, os Açudes e as Rodas”,  editado pela primeira vez em 1976 , onde refere que os açudes, construídos na sua maioria por estacaria de pinho, erva e areia, eram erguidos em Maio e destruídos no começo das cheias em Outubro, – procurou uma solução de compromisso que permitisse manter o tradicional aspeto do açude.

Estão agora em curso os trabalhos, aparentemente num procedimento contraditório do tradicional, ou seja, construir em Outubro em lugar de destruir, mas aproveitando as condições favoráveis do rio nesta altura do ano para executar o trabalho, dando seguimento aos trabalhos de desassoreamento, limpeza e consolidação das margens do rio na área urbana da cidade. A autarquia decidiu efetuar a cravação de estacas e escoras em madeira de pinho tratado, com aplicação de pedra de enrocamento na sua base, permitindo a passagem do caudal ecológico do rio, e constituindo  uma estrutura permanente que permita, em quaisquer condições hidráulicas do rio, executar em Maio a represa que conduzirá a água até à roda do Mouchão, podendo esta última ser desmontada em Outubro, permanecendo a estrutura base do açude.

Esta estrutura de madeira é composta por estacas e escoras de maior secção do que as tradicionalmente espetadas de forma manual, cravadas através de equipamento mecânico. Segundo a Câmara, esta estrutura “confere ao conjunto uma grande capacidade resistente, permitindo o normal escoamento das águas e em caso de cheias ou forte caudal afluente à cidade, reter os troncos e outros detritos que serão prontamente removidos com o auxílio de grua, evitando passagem dos mesmos para a zona a jusante do açude e consequentes problemas de retenção destes na Levada e na Ponte Velha.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início