BONS SONS 2017 - público no concerto de Capitão Fausto no Palco Eira. Foto: Carlos Manuel Martins

Se eu fizer um concerto népias-tourada, a Câmara dá-me 20 mil euros?

Em Opinião

Estava aqui a magicar com os meus botões, vou organizar um concerto népias-tourada. Estou certo de que, a exemplo de outras ocasiões, não faltariam artistas que atuassem graciosamente ou quase.

Estou é indeciso quanto ao lugar a escolher. Pensei na Escola Prática de Cavalaria… Ótima ideia! Assim, tal como a Câmara mandou os Bombeiros Municipais lavar as paredes da praça de touros talvez mande lavar também as paredes da Escola Prática. Com uma pitada de sorte até arranjo uns voluntários para pintar a frontaria e reforçar a visibilidade da excelente pintura a Salgueiro Maia.

E será que preciso fazer publicidade? Bem, talvez, (…) talvez, (…) talvez fale com a empresa que fez a publicidade à cantora Ludmilla… Ou com a empresa que a contratou, quem sabe talvez tenha boas influências na Câmara… Pois, é que eu também preciso de equipamento sonoro…

Estou com ideias geniais, iupi… Vou fazer um spot publicitário… Vou inspirar-me no “Dim Dim Dim” da Ludmilla:

O teu tempo ‘tá passando e tu não toma uma atitude Vou ter que ativar o meu modo LudFeito um tapa na cara, essa é rápida e esperta Vê se não fica moscando e receba essa indireta…

Dim dim dim, pode dar em cima de mim Dim dim dim, pode dar em cima de mim…

Ops, isto está intelectual demais. Vou mudar o spot. Vai sair a “A boba sou eu”:

Se era isso que você queria Uma noite apenas Você vai ter o que quer de mim Um lance sem compromisso e fim Se era isso que você queria Uma noite só Sem sentimentos, vai ser assim Você vai ter o que quer de mim…

Assim está “bué da fixe”! É isto mesmo. Eu só quero 20 mil euritos, só para uma noite, sem compromissos, sem sentimentos (…) “bué da fixe”!

Eh eh eh, a Escola Prática vai ficar uma praça híper maior. Ah pois é bebé/ ah pois é bebé/ vamos abanar a carola/ vamos abanar o pé/ ah pois é bebé/ ah pois é bebé… Já estou um poeta erudito, capacitadíssimo para escrever letras para a Ludmilla, iupi… Sempre é mais fácil abanar o pé do que empinar o bumbum, ora essa…

Empina, empina, empinaJ oga esse bumbum Empina, empina Jogando (vai)…

É isso Ludmilla, vai mesmo cara, tá legal né?! Já sei o que fazer com os euritos… Estou mesmo com ideias luminosas [isto é defeito de eletricista], iupi… Vou comprar comida para os canis, ajudar a pagar esterilizações de animais abandonados ou errantes, mandar-lhes fazer abrigos para que fiquem mais protegidos do inverno… Sempre é melhor proteger animais do que torturá-los!

Ah pois é bebé/ ah pois é bebé…

Vítor Franco

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Opinião

Falta de chá

Os políticos de punhos de renda notabilizaram-se por serem acutilantes, ferozes nos…

Ir para Início