Pedro Canavarro – A História de uma Vida!

Em Opinião

Estive, no passado dia 6, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Santarém no lançamento de “A Casa de Pedro”, a autobiografia do Dr. Pedro Canavarro. Não podia ter faltado ao lançamento deste livro que é afinal o Livro de uma Vida.

Conheço pessoalmente o Dr. Pedro Canavarro há pouco mais de uma década, mas considero-o um Amigo e tem sido um conselheiro nas alturas de dar passos na vida daqueles em que muitas vezes hesitamos.

As suas distintas simplicidade e modéstia são “só” dois dos seus grandes e bons exemplos que não vou esquecer.

Autobiografias e Memórias não são dos escritos mais frequentes hoje em dia, mas são muitas vezes testemunhos que alguns deviam considerar obrigatórios. É que a experiência de certas vidas, observada e relatada pelos próprios, é única. Quem está de fora pode fazer uma análise mais objetiva, mas fá-la certamente também de uma forma menos emotiva, menos envolvida, porque não foi ele que viveu aquela vida, que a sentiu, e por isso vai falhar, porque não estava lá em cada momento, em cada pensamento.

O livro começa com um prefácio de Vítor Pavão dos Santos, num estilo muito próprio, de uma escrita muito leve e cativante, continua com uma introdução de Maria Emília Pacheco, e seguem-se 437 páginas de magníficos textos do autor, entremeados com algumas fotos, em capítulos relativos às várias fases da vida de Pedro Canavarro com as designações de diversas áreas de “A Casa de Pedro”, que é afinal a Casa Museu Passos Canavarro que dá título ao livro. E, ao descrever a sua vida, acaba por escrever um pouco da História de Portugal ao longo dos anos que viveu e continua a viver…

Pena que o preço do livro, ou melhor, dos livros, dificulte um pouco a aquisição por todas as bolsas.

Pedro Canavarro, que poucos escalabitanos não conhecerão, tem 82 anos (diga-se de passagem, idade que ninguém lhe dá…), é trineto de Passos Manuel, escritor e ensaísta, licenciado em História e diplomado em Museologia. Foi leitor de Português em quatro universidades japonesas e Comissário-Geral da XVII Exposição de Arte, Ciência e Cultura do Conselho da Europa. Foi também fundador e deputado do PRD (Partido Renovador Democrático) e seu último presidente. Foi presidente da Associação de Património Histórico-Cultural de Santarém, da Associação de Amizade Portugal-Japão, do Círculo Cultural Scalabitano, da Casa da Europa do Ribatejo e fundador e presidente da Fundação Passos Canavarro. Recebeu variadas condecorações e é membro da Academia de Belas-Artes.

Pedro Canavarro disse: “A única coisa que fiz foi viver”… Que todos o conseguíssemos fazer da mesma forma…

Francisco Mendes

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Opinião

Dedos gretados…

Tenho passado algum do meu tempo perplexo com a quantidade de dedos…

Ir para Início