NERSANT integra projeto para promoção do empreendedorismo no Alentejo

Em Empresas

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém é uma das associações empresariais regionais parceiras do projeto financiado pela União Europeia “Business +2.0”, que visa a criação e dinamização de processos colaborativos de apoio ao empreendedorismo e o desenvolvimento de iniciativas para detetar, estimular e potenciar a geração de ideias inovadoras, capacitação de iniciativas empresariais e criação de novas empresas na região do Alentejo.

Liderado pelo NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora, o projeto tem, assim, como objetivo central a promoção do espírito empresarial através da dinamização do empreendedorismo qualificado e criativo, com vista à concretização de novas empresas assentes nos Domínios de Especialização da RIS3 Alentejo. 

Para isso, o “Business +2.0” conta no seu plano de ações com a realização de diversas atividades, nomeadamente Ateliers de Criatividade, onde se possam identificar ideias e oportunidades de mercado para empreender, ciclos de empreendedorismo para a identificação de novas oportunidades e novas ideias de produtos / serviços e a realização de concursos de ideias de negócio que fixem na região do Alentejo projetos empreendedores.

São também atividades do projeto a realização de um roadshow de promoção das ideias inovadoras e criativas, a realização de um programa de aceleração – programa de apoio ao desenvolvimento das ideias de negócio – para startups com menos de 3 anos, e a composição a difusão de um E-Book de Boas Práticas de Empreendedorismo. Está também previsto concretizar a plataforma Business +2.0, bem como realizar uma conferência internacional.

De referir que o “Business +2.0” é liderado pelo NERE, em parceria com a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e NERPOR – Núcleo Empresarial da Região de Portalegre. Importa referir que se trata de um projeto cofinanciado pelo Alentejo 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*