fbpx

Deputada do Bloco de Esquerda questiona Governo sobre fiscalização à qualidade do ar

Em Região

A deputada do Bloco de Esquerda Fabíola Cardoso, eleita por Santarém, questionou o ministro do Ambiente sobre as conclusões das ações de fiscalização ambiental realizadas em Alcanena, em particular quanto à qualidade do ar.

O pedido de esclarecimento sobre  as conclusões das ações de fiscalização ambiental, incluindo os referentes à qualidade do ar, foi feito ao Ministro do Ambiente e Ação Climática e surge na sequência da reunião havida com os movimentos ambientais de Alcanena.

O cenário de Poluição atmosférica, atribuído à Indústria dos Curtumes em Alcanena, continua a preocupar a deputada que já assinou a petição online promovida pelo SOS Alcanena. Esta iniciativa ”fruto da descrença na capacidade das instituições nacionais em resolver este grave problema ambiental e de saúde publica, dirigida ao Senhor Karmenu Vella, Comissário Europeu para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, recolheu já mais de 1000 assinaturas.

No pedido de esclarecimento enviado ao ministro do Ambiente e da Ação Climática, na sequência de uma reunião com os movimentos ambientalistas de Alcanena (distrito de Santarém), Fabíola Cardoso pergunta se estão emitidas autorizações de ligação dos efluentes à estação de tratamento de águas residuais (ETAR), se existe tratamento prévio à entrada no sistema por parte das unidades industriais, se foram identificadas empresas em incumprimento e se foram instruídas penalizações.

A bloquista pede ainda ao Governo para disponibilizar o cronograma de implementação das medidas corretivas dos estabelecimentos infratores e pergunta se existe um plano de ação, investimento e cronograma para reabilitar a ETAR, que recebe a elevada carga de indústria de curtumes.


1 Comment

  1. Parece que so’ agora (ultimos tempos) a poluicao/degradacao/assassinato do meio ambiente por agentes nocivos teve pernas para andar no concelho de Alcanena. Informo que a ORIGEM DO MAL – empresas/fabricas de curtumes e peles – comecou no inicio da decada de 70 e tem – se prolongado ate’ hoje. Perto de 50 anos!!!!!!! e’ o tempo que o ”meu” RIO ALVIELA de aguas cristalinas leva de ser contaminado/envenenado. Com o aval dos governos dos homens estabelecidos na Capital do Imperio. Sao eles que nao reconhecem o DIREITO DE TODOS NOS ASPIRAR AR PURO PARA OS PULMOES. E’ por isso que ……………………… RB – SUOMI

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início