Postos da GNR de Fátima e da Azambuja com certificação de qualidade

Em Sociedade

Os postos da GNR de Fátima e da Azambuja receberam hoje a certificação de qualidade, num reconhecimento da eficiência “no atendimento, no patrulhamento e nas funções de fiscalização”, disse o ministro da Administração Interna.

“Passámos a ter, a partir de hoje, dois postos – Fátima e Azambuja foram a experiência neste modelo -, acreditados de acordo com os mais elevados padrões de certificação de qualidade 9001 no atendimento, no patrulhamento e nas funções de fiscalização, o que significa uma GNR moderna, cada vez mais qualificada que queremos afirmar nesta dimensão também”, disse Eduardo Cabrita à Lusa.

O ministro falava no final da cerimónia de entrega de 41 novas viaturas à Guarda Nacional Republicana (GNR), realizada em frente à Câmara Municipal do Cartaxo (no distrito de Santarém), depois de ter estado no posto de Fátima e antes de visitar o da Azambuja.

Segundo o ministro, o programa de certificação de qualidade vai estender-se a todos os comandos da GNR ao longo do ano de 2020 e alargar-se às divisões, começando pelas de Tomar (à qual pertence o posto de Fátima) e de Alenquer (a que pertence o da Azambuja).

As cerimónias que assinalaram a certificação de qualidade com a norma ISO 9001/2015 contaram igualmente com a presença da ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão.

O projeto, candidatado a fundos europeus, surge no âmbito do plano estratégico “Guarda 2020”, que tem como objetivo “reforçar competências, alavancar capacidades e colmatar lacunas identificadas”, segundo uma nota do Ministério da Administração Interna.

A ISO 9001/2015 é uma norma internacional para Sistemas de Gestão de Qualidade, publicada pela International Organization for Standardization, que “incorpora um conjunto de políticas, processos, procedimentos e registos”, que estabelecem “a forma como cada organização cria e presta o serviço aos seus clientes”, acrescenta.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*