fbpx

À procura de Guardiões do Brincar de Rua – Quer ser um?

Em Educação

O programa Brincar de Rua está, neste momento, em fase de recrutamento de novos Guardiões do Brincar até 26 de janeiro, no distrito de Santarém. Os Guardiões do Brincar são voluntários que fazem acontecer os grupos comunitários do brincar: agentes locais que estão com as crianças e que garantem a segurança do grupo, enquanto as crianças têm oportunidade de brincar na rua, explorar brincadeiras, o espaço e o seus limites.

Santarém é uma nova paragem do Brincar de Rua. O programa está à procura de super-heróis que queiram dar às crianças a a possibilidade de brincar na rua, em segurança. Estão abertas as inscrições para novos voluntários….

Há um Guardião do Brincar que todas as semanas se reúne no mesmo local, dia da semana e horário para entregar 2 horas de brincadeira de rua não estruturada às crianças da zona onde vive.
O programa Brincar de Rua está à procura de super-heróis (Guardiões do Brincar) em Santarém, mais concretamente em Abrantes, Ourém, Fátima, Tomar e Torres Novas. O Guardião do Brincar é um voluntário que desafia brincadeiras, monitoriza e acompanha, em conjunto com outros Guardiões, um grupo de crianças (máximo 15) num bairro enquanto as crianças brincam, em segurança.

Este grupo, chamado Grupo Comunitário do Brincar, reúne sempre no mesmo dia, horário e local definido pelos Guardiões do grupo e dá tempo e espaço para as crianças brincarem ao ar livre, sem guião ou atividades.
A energia e as brincadeiras partem da imaginação de cada criança:
uma corda pode virar um baloiço; os paus podem construir casas de joaninhas e borboletas; os cartões podem ser foguetões… tudo vale a pena e os ecrãs são a única brincadeira que não entra em cena.

O distrito de Santarém é uma das novas paragens do Brincar de Rua, o programa que visa devolver às crianças um espaço de brincadeira, em segurança, com base na ativação de agentes locais, os  Guardiões do Brincar. São eles quem dão oportunidade às crianças de brincar na rua, mas também de se desenvolverem a nível motor, pessoal, como a autonomia e criatividade, e social, isto é, na relação com o outro e ambiente que as rodeia”, afirma Francisco Lontro, coordenador do programa.

Guardião do Brincar. Quer ser um?

Para se ser Guardião do Brincar, é necessário cumprir alguns requisitos essenciais: 2 horas livres por semana; vontade de proporcionar memórias felizes às crianças do bairro através do brincar; acreditar que brincar de rua é sinónimo de crianças mais ativas, com menos tempo de ecrãs e relações de vizinhança mais fortes; ter mais de 18 anos; acima de tudo, gostar de brincar.

É necessário ainda que o voluntário entregue o seu registo criminal – para assegurar a sua idoneidade e a segurança do grupo – e tenha disponibilidade dia 15 fevereiro (sábado) para um dia intenso de formação.

O programa, promovido pela Ludotempo – Associação de Promoção do Brincar, cofinanciado pelo POI SE, Portugal Inovação Social e UEFA Foundation for Children, pretende criar Grupos Comunitários do Brincar nestas localizações ( Abrantes, Ourém, Fátima, Tomar e Torres Novas)

Inscrições até 26 janeiro

Inscrições abertas até 26 de janeiro. A inscrição para Guardião do Brincar (voluntário) pode ser feita em http://bit.ly/BdR_insc_Guardiao_do_Brincar ou no site.

Mais informações sobre o programa em www.brincarderua.pt e em www.facebook.com/brincarderua/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Educação

Ir para Início