fbpx

Orquestra Filarmónica Portuguesa dá as boas-vindas a 2020 num concerto solidário a 4 de janeiro

Em Ribatejo Cool

O tradicional concerto solidário de Ano Novo tem lugar a 4 de janeiro de 2020, pelas 17 horas, no grande auditório do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, sob o tema: “From Blues to Blue”.

O Concerto com cariz solidário é organizado pela Câmara Municipal de Santarém, pela Associação Académica de Santarém, pela União de Freguesias da Cidade de Santarém, pelo W Shopping e pela Rodoviária do Tejo, com o apoio do CNEMA, da Escola Profissional Vale do Tejo e da REPSOL. A receita de bilheteira vai ser entregue a três IPSS – Instituições Particulares de Solidariedade Social: a Associação Portuguesa de Apoio à Vitima (APAV) de Santarém, o Centro Social Paroquial de Santa Margarida da Abrã e o Centro de Solidariedade Social Nossa Senhora da Luz, de modo a ajudar quem mais necessita.

Os bilhetes, no valor de 10 euros, vão estar à venda a partir da próxima semana, e podem ser adquiridos no Posto de Turismo, Complexo Aquático de Santarém, na União de Freguesias da Cidade de Santarém, nas Associações Beneficiárias, na Associação Académica de Santarém, no W Shopping – Tabacaria Press News e na Rodoviária do Tejo.

Este concerto faz-nos embarcar numa fantástica viagem que se inicia do outro lado do Atlântico, com a apresentação de obras de dois grandes compositores norte-americanos (Leonard Bernstein e George Gershwin). Viajamos depois para a América do Sul com obras de Astor Piazolla (Argentina) e Tom Jobim (Brasil), percorrendo finalmente o azul do Oceano Atlântico até chegarmos a terras austríacas, com obras imbuídas da melhor tradição vienense de celebração do Ano Novo, algumas das mais emblemáticas valsas e polkas da autoria de Johann Strauss (filho), as quais serão apresentadas num ambiente alegre, festivo e de celebração.

A Orquesta Filamónica Portuguesa foi fundada em maio de 2016 por Osvaldo Ferreira e Augusto Trindade, a Orquestra Filarmónica Portuguesa (OFP) e rapidamente captou a atenção do meio musical e artístico português, sendo já amplamente reconhecida, pelo público e pela crítica, como uma das melhores orquestras sinfónicas nacionais. O elevado padrão de exigência impresso desde a sua génese, levam-na a integrar um conjunto de músicos de elevado nível técnico e artístico, como sejam artistas premiados em concursos nacionais e internacionais, ex-integrantes da Orquestra Jovem da União Europeia e músicos estrangeiros residentes em Portugal. Ao juntarem-se a este projeto diferenciador e inovador, estes instrumentistas participaram na criação de uma orquestra que é já, hoje, uma referência e um símbolo de qualidade.

A OFP produz concertos sinfónicos, ópera e promove ligações a outros géneros artísticos, numa procura constante do desenvolvimento de eventos e espetáculos diferenciadores e únicos, construindo, desta forma, a reputação de ser uma orquestra ímpar no panorama musical português, pela sua versatilidade, ecletismo e visão de futuro.

Tem sido presença assídua nas principais salas de espetáculo e Festivais portugueses, contando com a participação dos mais prestigiados solistas nacionais e internacionais.

A Orquestra Filarmónica Portuguesa conta com a Direção Artística do Maestro Osvaldo Ferreira, um dos mais representativos maestros nacionais da atualidade.

Leave a Reply

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início
%d bloggers like this: