fbpx

Comes & bebes – Ataque ao desperdício

Em Ribatejo Cool

Finda a quadra natalícia, entrados no novo ano, não custa nada, antes pelo contrário ganhamos se procedermos à usança económica de não desperdiçarmos comidas e bebidas sobrantes, neste caso das festividades terminadas no dia seis de Janeiro. Dia de reis.

As senhoras cujos rendimentos são escassos ou que lhes repugna deitar fora restos capazes de serem recuperados de modo prazenteiro quando a sua requalificação é concebida com arte, além de paciência, pois sem ela não é possível preparar-se nenhum produto ou matéria-prima de forma ao palato dar hossanas e louvores a quem os confeccionou.

A conhecida e reconhecida roupa velha exemplifica o agudo sentido de poupança das donas de casa após a abundância da noite do nascimento do Menino. Para lá dessa forma de aproveitamento (existem livros de receitas consagrados às sobras ou resto) os croquetes, os bolos de batata, os pastéis de tudo e mais alguma coisa, as saladas, as sopas, os caldos e até o pão duro permite o fazerem-se migas e as tão conhecidas açordas. Todas as representações acima referidas completam-se com emanações da cozinha burguesa de matriz mais rural, façam o favor de anotar: ensopados, guisados carnívoros, pastelões, empadas, e nem o tutano escapava, pois servia e serve para acariciar carnes duras ou secas antes de entrarem no forno. Estou a escrever no passado, no presente o fast-food engordurado, as pizzas, os rissóis secos e ásperos, as aves industriais, a pastelaria da mesma índole após dois dias ficam a saber a papéis de música como se afirmava no rescaldo de noites passadas entre vinhos e aguardentes. As ressacas dos dias de hoje também sofreram evolução, veja-se o modo como o popular bagaço foi erradicado a favor das águas de vida de língua inglesa.

Aflige-me o desperdício, aflige-me a comida sensaborona, aflige-me o comer por comer, sem arte, aflige-me comeres engrossados por serem fáceis e fecundos em gorduras espúrias, enfim…cada vez é mais difícil comermos produtos sãos e bem -feitos.

Armando Fernandes

Deixar uma resposta

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início
%d bloggers like this: