fbpx

Anátema

Em Opinião

Ao longo da vida fui conhecendo pessoas com as quais posso falar sem reserva mental dadas as suas evidentes qualidades no domínio da seriedade de princípios, cumprimento da palavra dada, inimigas de intrigas, enfim, mulheres e homens que reúnem condições e atributos a recomendá-las para amigas, dignas de transporem a soleira das nossas casas, óptimas para serem nossas vizinhas.

Pessoas dessa categoria podem ser católicas, protestantes, não religiosas, pretas, brancas, amarelas, índias, socialistas, reaccionárias, de esquerda ou de direita.

Em suma: «pessoas às direitas» no velho entendimento do cumprimento das obras de misericórdia.

Ora, analisando o clima político neste PSD em pleno momento de escolha de novo timoneiro daquele importante partido o candidato Montenego não deve merecer o votos dos militantes. Porquê? Porque ao modo do vizinho invejoso não aceitará nenhuma espécie de acordo com socialistas imitando perfeitamente o Botas de Santa Comba sectário e ortodoxo incapaz de ver o interesse geral sem colocar em causa o interesse individual, ou seja; o País politicamente surgir em primeiro lugar sobre o interesse partidário.

O anátema de Montenegro aos socialistas é uma manifestação de profundo chauvinismo, de avestruz de cabeça enterrada na areia em face das realidades, se quisermos especular acerca da visceral relutância de Montenegro no diálogo de boa fé, franco e visando o progresso dos portugueses só encontro um epíteto classificativo do seu belicismo: irracional.

O PSD está a sofrer violenta crise de identidade (ideológica, de representação social e ver o futuro), por isso mesmo o afunilamento de Montenegro é de vizinho incapaz de ter um cabal e cordial viver com todos os que o rodeiam. O seu pensamento está eivado de teias de aranha generalistas por isso não o recomendam como comandante de nau laranja. Para mal já bastam os Passos, os Lopes e o facilitador!

Armando Fernandes

Deixar uma resposta

Recentes de Opinião

Ir para Início
%d bloggers like this: