fbpx

Moradores de prédio evacuado em Santarém aguardam por resultado de monitorização

Em Região

Os moradores retirados na quarta-feira de um prédio na Avenida 25 de Abril, em Santarém, que apresenta fissuras, vão aguardar mais “10 a 15 dias” para saberem se podem regressar a casa, disse hoje fonte da proteção civil.

O comandante dos Bombeiros Municipais de Santarém, José Guilherme, disse à Lusa que, após uma primeira vistoria técnica realizada na passada sexta-feira, foi decidido fazer uma monitorização à estabilidade dos taludes durante um período de 10 a 15 dias, antes de ser tomada uma decisão.

“Só depois dessa monitorização saberemos se os moradores podem regressar ou se será necessária nova vistoria”, disse.

Segundo o coordenador da proteção civil municipal, a expectativa é de que os moradores possam regressar a suas casas.

Contudo, afirmou, o acesso ao logradouro e à zona onde foram realizadas obras que poderão ter estado na origem da queda de elementos estruturais e da abertura das fissuras manter-se-á interditado até que sejam esclarecidas as circunstâncias em que estas decorreram.

No passado dia 15 foram retirados 14 dos 19 moradores do prédio, tendo dois casais e uma idosa ficado temporariamente com familiares e duas famílias com crianças alojadas, por intervenção dos serviços de Ação Social do município, numa unidade hoteleira.

A evacuação do prédio, onde permaneceu apenas a família do morador responsável pelas obras, que recusou sair, foi determinada “em nome da defesa de pessoas e bens”, disse José Guilherme.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início