fbpx

Igreja da Misericórdia de Abrantes classificada de interesse público

Em Região

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) aprovou a reclassificação da Igreja da Misericórdia de Abrantes, tendo sido hoje publicada em Diário da República a alteração de património com valor de interesse concelhio para património de interesse público.

O anúncio hoje publicado dá conta que o mesmo diz respeito ao “projeto de decisão relativo à fusão e ampliação das anteriores classificações na Igreja da Misericórdia de Abrantes, à redenominação para ‘Igreja da Misericórdia de Abrantes, pátio de Definitório, Casa do Despacho e claustro anexo, incluindo o património móvel integrado’, em Abrantes, e à alteração da categoria de classificação para monumento de interesse público (MIP)”.

A Câmara de Abrantes já manifestou a sua “satisfação” por esta reclassificação, tendo o vereador da Cultura afirmado à Lusa que a mesma “decorre de um processo de valorização do património religioso que a autarquia tem preconizado nos últimos anos, em concertação e com o apoio de diversas entidades, entre elas a Santa Casa da Misericórdia”, proprietária da Igreja em causa.

“É a consagração e reflexo de um trabalho continuado de valorização do património e que renova oportunidades de visitação”, disse Luís Correia Dias, tendo feito notar que Abrantes tem ainda projetos de intervenção para a Igreja de São Vicente, Igreja de São João e Igreja de Santa Maria do Castelo.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Ir para Início