GNR promove ações de sensibilização “Floresta Segura 2020” no distrito de Santarém

Em Sociedade

Depois da ações nos concelhos da Chamusca e Almeirim, o Comando Territorial da GNR de Santarém irá realizar ações de sensibilização de 6 a 15 de março no concelho de Rio Maior no decorrer da 35.ª edição das Tasquinhas de Rio Maior 2020; e no dia 7 de março pelas 9:00 horas, no Concelho de Ourém – Mercado de Fátima.

Esta segunda-feira, dia 2 de março, realizam-se ações às 13:30 horas, no Concelho da Chamusca – Escola EB 1 de Vale de Cavalos; às 18:30 horas, no Concelho da Chamusca – Biblioteca Municipal da Chamusca; às 19:00 horas, no Concelho de Almeirim – Junta de Freguesia da Raposa; às 21:00 horas, no Concelho de Almeirim – Salão Nobre da Câmara Municipal de Almeirim.

Em nota à comunicação social, a GNR salienta que a obrigatoriedade de manutenção das faixas de gestão de combustíveis constitui uma das medidas preventivas previstas no Decreto Lei n.º 124/2006, de 28 de junho com redação atual, com o objetivo de reduzir o número de incêndios rurais.

A prática mais comum da gestão de combustíveis consiste na limpeza dos terrenos, através do corte e remoção da biomassa vegetal neles existentes. Uma correta e oportuna gestão de combustíveis constitui um elemento essencial para a minimização do risco de incêndio.

A prevenção aos incêndios rurais deve ser praticada de forma atempada e inteligente.

A Guarda Nacional Republicana tem vindo a exercer um enorme esforço na realização de ações de sensibilização junto da população, com o intuito de promover e fomentar boas práticas agrícolas e acima de tudo transmitir uma mensagem de dever cívico na prevenção generalizada aos incêndios rurais, partindo da premissa que a floresta é de todos e que a todos cabe preservar e proteger.

Na sequência das ações realizadas pela GNR, constatou-se que muitos terrenos continuam a carecer de limpeza, de forma a salvaguardar a manutenção das faixas de gestão de combustíveis e assim contribuir para a redução do elevado número de incêndios rurais.

A falta de manutenção das faixas de gestão de combustíveis (limpeza dos terrenos) constitui infração do foro contraordenacional e os seus responsáveis incorrem em coimas de 280 € a 10.000€, no caso de pessoa singular, e de 1.600 € a 120.000€, para pessoas coletivas.

Deixar uma resposta

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: