JSD de Santarém defende fecho das escolas públicas e privadas no distrito

Em Educação

A Comissão Política Distrital da Juventude Social Democrata do Distrito de Santarém torna pública a sua decisão de defender a suspensão de aulas nos estabelecimentos de ensino públicos e privados no distrito, bem como de todo o país.

“Respeitando as instruções das autoridades de saúde, considera-se contudo ser esta a melhor forma de prevenir os cenários que se verificam noutros países em que a propagação do vírus Covid-19 se encontra numa fase mais avançada”, refere o comunicado da JSD.

“Face à preocupação crescente gerada entre a comunidade escolar as suas famílias considera a Distrital da JSD ser esta uma medida responsável e mitigadora do alarme social que se está a gerar”, adianta o comunicado. 

“Também no entendimento desta estrutura quanto mais rapidamente se tomarem medidas que bloqueiem a propagação do vírus, mais se atenuará o pico da epidemia no nosso país”, adianta a JSD, embora nada mencione relativamente a outras medidas de prevenção do contágio como o encerramento de bares, restaurantes, discotecas, praias, festas e outros locais de recreação e convívio dos jovens quando não estão em aulas.

A JSD “apela assim ao Governo que que na reunião de Conselho de Ministros agendada para hoje proceda à ativação desta medida de contingência, procurando em simultâneo formular propostas de compensação para as famílias, empresas e instituições por forma a reduzir o impacto desse encerramento”.

Deixar uma resposta

Recentes de Educação

Ir para Início
%d bloggers like this: