fbpx

Câmara de Ourém encerra ao público todos os serviços municipais

Em Região

A Câmara de Ourém decidiu encerrar ao público todos os serviços municipais e limitar o acesso à casa mortuária e ao cemitério, devido à declaração de esatdo de emergência, anunciou hoje a autarquia.

A partir de sexta-feira, todos os serviços municipais estão encerrados ao público, sendo os assuntos tratados exclusivamente por via eletrónica ou por telefone, e o acesso à casa mortuária e ao cemitério municipal será condicionado, refere uma nota de imprensa da autarquia do distrito de Santarém.

A câmara, presidida por Luís Albuquerque (coligação PSD/CDS-PP Ourém Sempre), vai ainda encerrar os “Espaços Cidadão” de Caxarias, Olival e Freixianda, e os parques infantis, interditando a utilização dos equipamentos geriátricos.

O encerramento de todas as esplanadas do concelho, dos sanitários públicos e do Centro Municipal de Exposições de Ourém são outras medidas tomadas devido à pandemia da Covid-19.

A câmara decidiu ainda suspender o pagamento de estacionamento parqueado, de superfície, em Ourém e Fátima, e o acesso ao parque subterrâneo do município fica condicionado às avenças existentes.

Como medida de contenção da proliferação do vírus, o município vai proceder à desinfeção periódica dos espaços públicos, nas diferentes localidades do concelho.

“Conscientes das enormes dificuldades com que muitas instituições e pessoas poderão ser confrontadas no curto e no médio prazo, estamos a preparar um conjunto de medidas, complementares às do Governo, para o apoio às IPSS [instituições particulares de solidariedade social], aos cidadãos e às famílias, mais vulneráveis, assim como aos sem abrigo, estes, felizmente, em número residual”, refere o comunicado.

A mesma nota informa ainda que foram suspensos o serviço de recolha de monos de porta a porta, de todos os eventos organizados pelo município, no qual se incluem as atividades culturais, desportivas e recreativas, assim como as atividades para grupos escolares.

Serão ainda encerrados o ecoponto, os pavilhões gimnodesportivos do Pinheiro, Caneiro, Ourém, Caxarias e Freixianda, o estádio Papa Francisco, em Fátima, o Museu Municipal de Ourém, as piscinas municipais de Ourém e de Caxarias, o “Espaço Empresa”, a Biblioteca Municipal e os postos de turismo.

O cancelamento da participação direta ou indireta em qualquer atividade em que o município seja parceiro e as viagens de funcionários e eleitos locais fora do concelho ou internacionais, com exceção das estritamente necessárias, foram outras medidas tomadas.

As feiras e mercados estão suspensos, assim como a emissão de qualquer licença para iniciativas e eventos culturais, desportivos e recreativos durante este mesmo período.

Considerando que se está a viver um “cenário dantesco”, a câmara aconselha a uma postura calma e serena, e avisa que a partir de sexta-feira a comunicação com os munícipes cingir-se-á aos comunicados relacionados com a pandemia do novo coronavírus, “sendo diariamente publicada, nos canais digitais do município informação relativa à evolução desta crise sanitária, no que ao concelho de Ourém respeita, não sendo de considerar outra informação que não a difundida pelo gabinete da Presidência”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 235 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.800 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 86.600 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira.

O número de mortos no país subiu para quatro, com anúncio da morte de uma octogenária em Ovar, feito pelo presidente da Câmara local, horas depois de a DGS ter confirmado a existência de três vítimas mortais até às 24:00 de quarta-feira em Portugal.

Deixar uma resposta

Recentes de Região

Ir para Início
%d bloggers like this: