Covid 19 – União Europeia continua esforços de repatriamento de cidadãos

Em Atual

A União Europeia continua a ajudar os Estados-Membros da UE no repatriamento dos seus cidadãos retidos no estrangeiro devido às medidas relacionadas com o combate à COVID-19.

Através do Mecanismo de Proteção Civil da UE, a Alemanha está a organizar esta semana um total de 13 voos para trazer de volta cidadãos da UE retidos no Egito, Marrocos, Filipinas, Tunísia e Argentina.

Os custos dos voos beneficiarão de uma contribuição da Comissão Europeia que pode ir até 75 %. No início desta semana, dois voos austríacos, também ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da UE, trouxeram de Marrocos 604 cidadãos da UE.

O Mecanismo Europeu de Proteção Civil facilitou até agora o repatriamento de 1159 cidadãos da UE.

O alto representante/vice-presidente Josep Borrell e o Comissário da Gestão de Crises, Janez Lenarčič, juntamente com o Serviço Europeu para a Ação Externa e o Centro de Coordenação de Resposta de Emergência, estão a trabalhar no sentido de apoiar os esforços para intensificar o repatriamento dos cidadãos da UE de países terceiros.

O alto representante/vice-presidente está em contacto permanente com os parceiros dos Estados-Membros da UE, para assegurar uma coordenação rápida da assistência a todos os cidadãos da UE que pretendam regressar a casa.

Ontem, na sequência de um telefonema com o ministro dos Negócios Estrangeiros da República Checa, a delegação local da UE, juntamente com diferentes consulados dos Estados-Membros, organizou um voo para os cidadãos da UE retidos no Vietname.

Este é um dos muitos exemplos do trabalho realizado pela UE e pelas suas delegações em todo o mundo para reforçar a coordenação entre os Estados-Membros na resposta aos desafios com que se deparam atualmente os cidadãos da UE em países terceiros.

Deixar uma resposta

Recentes de Atual

Ir para Início
%d bloggers like this: