fbpx

Fundação Gulbenkian e Banco Santander apoiam projeto Student Keep

Em Educação

Pertencente ao movimento #Tech4COVID19, o Student Keep, quer angariar equipamento informático para conectar alunos ao ensino à distância.

O projeto Student Keep propõe às pessoas que tenham um computador a mais, que o cedam para ajudar um aluno que não tenha acesso a computador ou internet, dando-lhe uma oportunidade para acompanhar melhor as aulas de ensino à distância.

A Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com o Banco Santander Consumer Portugal, decidiu apoiar o projeto Student Keep, o qual visa a angariação de equipamento informático que permita o acesso de destinado a alunos ao telensino.

A falta de conectividade e/ou de material informático são um obstáculo para milhares de alunos que não têm conseguido acompanhar o ensino à distância, neste período de pandemia.

O Student Keep é uma plataforma de match entre a oferta e a procura de equipamento informático. O equipamento identificado é depois recolhido, reciclado e distribuído, pelo Ministério da Educação, pelos alunos mais vulneráveis.

A Fundação Gulbenkian, que acompanha o projeto desde o desenho da plataforma, vai continuar a acompanhá-lo, através de apoio financeiro e da promoção de uma campanha que pretende sensibilizar as empresas e a população em geral para a doação de computadores, tablets, hotspots ou telemóveis. À Fundação Gulbenkian juntou-se também o Banco Santander Consumer Portugal.

“O projeto Student Keep dá à sociedade civil a oportunidade de evitar que a pandemia provoque mais uma baixa, a igualdade no acesso à educação. Se não atenuarmos urgentemente a falta de recursos informáticos das famílias mais desfavorecidas, as assimetrias sociais privarão crianças do ensino à distância. Associamo-nos à Fundação Gulbenkian no apoio a esta iniciativa, e desejamos que, graças à mobilização de doadores através da plataforma Student Keep, um maior número de crianças possa concluir o seu ano letivo”, refere Nuno Zigue, CEO do Banco Santander Consumer Portugal.

Este apoio surge no quadro do Fundo de Emergência Covid-19, criado pela Fundação Calouste Gulbenkian em março e aberto a outros parceiros. Este Fundo tem o objetivo de mitigar os efeitos da pandemia em cinco grandes domínios de intervenção: Saúde, Ciência, Sociedade Civil, Educação e Cultura.

A plataforma Student Keep faz parte do consórcio #Tech4COVID19, que junta dezenas de empresas tecnológicas e de empreendedores sociais em torno de projetos de voluntariado nas áreas da Saúde, Educação, Tecnologia e Apoio Social. Desde o início da pandemia pelo Covid-19, o #Tech4COVID19 já lançou mais de 20 iniciativas e mobilizou cerca de cinco mil voluntários.

Mais informações sobre o projeto em studentkeep.org.

Deixar uma resposta

Recentes de Educação

Ir para Início
%d bloggers like this: