fbpx

O tempo de apoiar a Caixa Solidária – Santarém

Em Opinião

As ideias profícuas e solidárias atraem boas energias e sentimentos. Ideias positivas e solidárias são renascimento de vontades.

Sensibilizou-me a ideia de dar anonimamente, sem questionar os rostos sofridos pelo empobrecimento ou pela doença e sem juízos de valor. Toda a mensagem é de desprendimento amigo, sem “exigência” de um obrigado de quem recebe.

Soube ontem da Caixa Solidária – Santarém. Hoje coloquei o meu contributo e tenciono continuar. Quero valorizar a quem teve a ideia e quem a dinamizou. Resolvi também aproveitar a minha crónica semanal para divulgar a Caixa.

Hoje, mesmo que perguntemos ao tempo, não sabemos quanto tempo o tempo tem de pandemia. O tempo nos responderá que terá tanto tento quanto tempo ela tiver. A aproximação à lengalenga [do tempo] serve para reforçar a mensagem da intemporalidade deste novo tempo. Não sabemos como evoluirá a epidemia, mas, sabemos que o novo tempo pós-estado de emergência é um tempo de risco acrescido porque as pessoas tendem a baixar os cuidados.

Voltando às Caixas e outras iniciativas solidárias. Durem muito ou pouco tempo, estas iniciativas ajudarão a diminuir o sofrimento humano.

O problema é que, normalmente, não estão nas iniciativas solidárias as raízes fundamentais das soluções. As soluções estão prioritariamente nas decisões políticas e económicas.

Quando há empresas que distribuem lucros milionários a bilionários e depois despedem trabalhadores, recorrem ao layoff e até reclamam subsídios do Estado, há algo que não está bem!

Quando as elites económicas utilizam o tempo da debilidade e da doença para acentuarem ainda mais o seu poder e egoísmo, é caso para recordar a frase libertadora de Salgueiro Maia “é preciso acabar com o estado a que isto chegou”…

Neste estado e neste tempo serão necessárias novas escolhas e novos caminhos mais positivos para o país. Mas isso já é tema para outros artigos.

Hoje, quero reforçar, em Santarém, a solidariedade é também um caminho que precisa de ser acarinhado!

Parabéns às e aos promotores!

P.S. A Caixa tem o seguinte endereço de Facebook: Acaixasolidariasantarem

Vítor Franco

Deixar uma resposta

Recentes de Opinião

A pandemia escondida

Não eram precisos dados para concluir que a pandemia Covid-19 teria intensificado…

Zombarias

Estamos a viver em permanente zombaria, como se os zombis tivessem tomado…

Ir para Início
%d bloggers like this: