Domingo, Junho 16, 2024
InícioRegiãoComissão de Utentes de Benavente lança abaixo-assinado para exigir melhores condições no...
banner-complexo-aquático

Comissão de Utentes de Benavente lança abaixo-assinado para exigir melhores condições no centro de saúde

Domingos David, da Comissão de Utentes da Saúde de Benavente, disse ao Mais Ribatejo que está a ser lançada uma petição ‘online’ para um abaixo-assinado à ministra da Saúde, exigindo medidas concretas. Por seu turno, o deputado do PCP António Filipe questiona no Parlamento o Ministério da Saúde sobre as condições da UCSP de Benavente.

Conforme o Mais Ribatejo noticiou ontem a Comissão de Utentes da Saúde de Benavente lamenta a desmarcação de consultas no centro de saúde, incluindo de doentes crónicos, e critica a redução do número de clínicos, referindo a existência de 8.000 utentes sem médico de família.

Em comunicado, a comissão afirma ter recebido “queixas de utentes diabéticos e hipertensos com exames e análises prescritos em consulta anterior já realizados, e sem hipótese de poderem eventualmente atualizar a sua medicação ou ficarem mais tranquilos com a palavra do seu médico de família”.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) confirma a suspensão da atividade assistencial não urgente para diminuir o risco de contágio da covid-19, estando as unidades de saúde a atender “apenas os utentes em situações de doença aguda ou em outras situações inadiáveis, como por exemplo: vacinação, descompensação de doença crónica e vigilância na gravidez”.

“Quanto ao receituário crónico, preferencialmente, deverá ser feito via email. Evidentemente que aqueles que estiverem impedidos de o fazer por este meio têm sempre, em alternativa, a possibilidade de o requisitar por telefone ou diretamente no centro de saúde”, afirma a ARSLVT.

A comissão de Utentes da Saúde de Benavente refere a existência de 8.000 utentes sem médico de família, lamentando que, a “agravar o quadro negativo” da pandemia, o corpo médico da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Benavente tenha sido reduzido.

A ARSLVT afirma que esta UCSP de Benavente conta com quatro médicos, apenas um das quais com lista de utentes atribuída, sendo os restantes uma médica reformada com um contrato de 20 horas semanais, uma médica contratada pela Santa Casa da Misericórdia com 32 horas semanais e um médico prestador de serviços com 36 horas/semana.

Segundo a ARSLVT, a Unidade Cuidados Saúde Personalizados de Benavente “será contemplada para efeitos de vagas para concurso de Médicos Especialistas de Medicina Geral e Familiar – 1.ª época de 2020”.

Deputado António Filipe questiona Ministério da Saúde sobre a UCSP de Benavente

Entretanto, o deputado do PCP eleito por Santarém, António Filipe, apresentou na Assembleia da República uma pergunta ao Ministério da Saúde sobre as condições da UCSP de Benavente.

O deputado refere que a Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Benavente tornou pública a sua preocupação com o cancelamento que tem vindo a ser efetuado por parte da UCSP de Benavente, por contacto telefónico, de consultas de seguimento de doentes crónicos, com exames e análises já realizados, sem que haja qualquer explicação sobre os critérios seguidos para tais cancelamentos.
Para o deputado António Filipe, o acompanhamento e vigilância dos doentes crónicos pelos cuidados de saúde primários é de enorme importância para assegurar o seu bem-estar e evitar descompensações desnecessárias. Para além do papel insubstituível do SNS no combate ao surto epidemiológico, o SNS tem de continuar a assegurar os cuidados de saúde imprescindíveis para tratar as outras patologias que continuam a afetar a população, com particular atenção aos doentes crónicos, atendendo à sua vulnerabilidade.
Acresce ainda que o corpo médico daquela unidade de saúde terá sido reduzido, deixando oito mil utentes sem médico de família, adia ta o deputado.
Face a estas questões, o deputado do PCP pergunta ao Governo, através do Ministério da Saúde, quais os critérios para o cancelamento de consultas marcadas a doentes crónicos no âmbito do Serviço Nacional de Saúde?
Que medidas vão ser tomadas para que a UCSP de Benavente disponha dos meios humanos necessários para garantir o acesso de todos os seus utentes a médico de família?

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

Mais Ribatejo _ PopUp _ BolsaRecrutamentoULSETEJO