fbpx

Crianças e jovens do ensino básico e secundário receberam computadores da Câmara do Cartaxo

Em Educação

A Câmara Municipal do Cartaxo entregou, na passada segunda feira, dia 25 de maio, aos dois agrupamentos escolares do concelho, todo o material informático necessário para que os alunos do 1.º, 2.º, 3.º ciclos e ensino secundário possam acompanhar as aulas e fazer todos os trabalhos necessários a partir de casa.

Computadores portáteis, routers, cartões com acesso à internet e autos de empréstimo foram cedidos aos alunos pelos agrupamentos escolares, que promoveram a entrega por ciclos, em estreita articulação com os encarregados de educação.

Os agrupamentos de escolas sinalizaram os alunos que tinham esta necessidade e não dispunham de condições financeiras para a ultrapassar, levando à aquisição, por parte do Município, de 295 computadores portáteis, 138 routers 4G, internet com 75GB de tráfego mensal para 3 meses e pastas para acondicionamento dos equipamentos, num investimento que ultrapassa os 80 mil euros.

“Uma medida de apoio social urgente neste período de calamidade que vivemos, em que, em pouco tempo, a escola se viu forçada a adquirir novas formas, para não deixar de fora nenhum aluno”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal.

A autarquia garantirá todo o apoio técnico necessário a estas famílias, assim como o apoio pedagógico, que tem vindo a ser assegurado neste período de aulas à distância pela Equipa Multidisciplinar de Intervenção Comunitária da Área de Educação e Juventude.

Em parceria com os agrupamentos escolares, a Câmara Municipal desenvolveu o projeto Levar a escola até casa, para apoiar os alunos que não dispõem de meios para comunicar com a escola e com a comunidade docente e assim minimizar a dificuldade de acesso a recursos pedagógicos.

“Cumprindo as condições de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde, todas as semanas, duas assistentes operacionais da área de Educação e Juventude, fazem a distribuição de materiais pedagógicos e a distribuição de trabalhos de casa, casa a casa, apoiando assim 125 alunos”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro.

Medida sociais promovidas neste período de pandemia pelo Município do Cartaxo, que pretende “ter um papel ativo na promoção do acesso igual à educação para todos os alunos, nesta altura em que a Covid-19 fez sobressair as desigualdades e privou muitas crianças e jovens de um bem essencial ao seu crescimento”.

“Com este empréstimo, de todo este material informático, pretendemos que todos os alunos do nosso concelho possam continuar a aprender, nas suas casas, garantindo não apenas o acesso a todos os materiais que a aprendizagem contínua exige, mas também a segurança e o distanciamento social que a atual situação de calamidade ainda impõe”, conclui o autarca.

Deixar uma resposta

Recentes de Educação

Ir para Início
%d bloggers like this: