Comeres & beberes – Arroz com polvo

Em Ribatejo Cool

No Japão os aprendizes de cozinheiro alunos nos mosteiros budistas gastam semanas e semanas a aprenderem a lavar e preparar o arroz de modo a após a cozedura ficar seco quanto baste, solto, escorregadio mas sustido no prato, volumoso longe do espapaçado, apto a enlaces felizes com qualquer tipo de espécies, vegetais ou animais, nas inúmeras receitas de maneira a os apreciadores ficarem cheios de prazer logo satisfeitos e felizes.

O acto de comer deve ser um acto de felicidade a fim de este ou aquele prato ficar na nossa memória. E, assim aconteceu, mais uma vez, por que a Mestra cozinheira a oficiar no restaurante A Noémia, sediado no centro de Rio de Moinhos, freguesia de Abrantes, preparou um arroz eivado de troços de rabos de polvo, cujo sainete preenchia os requisitos acima enunciados. Ao vê-lo em liberdade na assadeira de barro vermelho vidrado ansiei para que cumprisse o mandamento do gozo palatal e, cumpriu-o galhardamente, só não rapei a forma porque podia arranjar um enfartamento.

Armando Fernandes

Aceita cartão Multibanco. Encerra à terça-feira. Telefone 241 881 187. Largo Avelar Machado, Rio de Moinhos

Leave a Reply