Ambiente – Junta de Freguesia de Pontével continua a exigir análises às ETAR do concelho

Em Região

O presidente da Junta de Freguesia de Pontével Jorge Pisca ficou descontente com a resposta que recebeu da Assembleia Municipal do Cartaxo aos seus insistentes pedidos de informações sobre os resultados das análises às ETAR do concelho.

“O ofício em questão em nada responde ao que por mim tem vindo a ser solicitado. Aliás, lamento constatar que V.Exa., alto representante eleito pelos munícipes do Cartaxo, onde se incluem os habitantes da Freguesia a cujo órgão executivo presido, compactua com a atuação indiferente do executivo camarário e da empresa Cartágua, no que se refere às questões que pretendo ver esclarecidas”, lê-se na resposta enviada por Jorge Pisca ao presidente da Assembleia Municipal do Cartaxo, Augusto Parreira.

Registe-se que o presidente da Assembleia Municicpal remeteu à JUnta de Freguesia do Cartaxo a resposta que obteve da Câmara do Cartaxo que, por sua vez, remete uma folha de Excel com dados sobre análises das ETAR de Pontével, Valada, Reguengo e Cartaxo. São, porém, dados incompletos, desatualizados e sem uma análise dos técnicos, pelo que apenas será compreensível para especialistas.

Por isso, o autarca de Pontével volta a solicitar que “sejam facultados os resultados das análises regularmente efetuadas nas ETAR’s de todo o concelho, isto é, Cartaxo, Pontével e Valada, para que, além do necessário conhecimento dos mesmos, possa ser efetuada uma análise comparativa de tais resultados, sempre no intuito de promover a melhoria das condições dos serviços prestados aos munícipes e fregueses”.

“Informações e documentação que, permita-me, também V.Exa., como Presidente do órgão deliberativo do Município e no cumprimento dos seus deveres, também devia pretender obter e analisar, na defesa do interesse dos munícipes que o elegeram”, conclui Jorge Pisca.

Leave a Reply