fbpx

União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social defende reabertura de centros de dia

Em Sociedade

A direção da UDIPSSS – União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social reuniu no dia 17 de julho, no Centro de Bem-estar social da Zona Alta em Torres Novas (CBESZA).
Como é habitual, o primeiro ponto da ordem de trabalhos foi o debate com as instituições associadas do concelho sobre os seus principais problemas é dificuldades, assim como ouvir as suas propostas e sugestões.
Das 17 associadas do concelho participaram a CBESZA, a ARPE – Associação de Reformados e Pensionistas de Torres Novas, o CRIT – Centro de Reabilitação e Integração Torrejano, o Abrigo do Menino Jesus, o Centro de Assistência Paroquial de Pedrógão, o Jardim de Infância de S. Pedro, o Centro de Dia (CD) de São Silvestre, e a Fundação Maria da Conceição e Humberto Horta.
A reunião foi bastante participada, e entre outros temas, o principal foi os sérios problemas trazidos pela continuação do encerramento dos Centros de Dia, especialmente no domínio da saúde física e psicológica dos utentes.

O presidente da UDIPSS Hilário Teixeira considera que “há que encarar este problema rapidamente e tomar medidas diferenciadas, consoante as particularidades de cada instituição; onde apenas existe essa resposta social e o Serviço de apoio domiciliário (SAD) que também os serve”.

Para Hilário Teixeira, “não há razões para que os Centros de Dia não reabram, pelo menos para os casos de maior necessidade, cumprindo as regras sanitárias recomendadas, nem que para isso seja necessário encontrar outros espaços alternativos e complementares”.
Já para os Centros de Dia que funcionam conjuntamente com as estruturas residenciais para pessoas idosas (ERPI), o seu regresso ainda não é possível, sendo desejável que as situações mais criticas sejam objeto de transferência para espaços alternativos, defnde Hilário Teixeira.

O presidente da UDIPSS afirma que “é preciso que as autoridades sanitárias, em conjunto com a segurança social e as autarquias locais, vejam em colaboração com as instituições a implementação das soluções mais adequadas.

“Logo no dia seguinte, tive a oportunidade de transmitir estas ideias à Assembleia Geral da CNIS – Confederação Nacional das Instituições Particulares de Solidariedade Social reunida em Fátima”, diz Hilário Teixeira.
“Vamos continuar a fazer este tipo de reuniões por todo o Distrito, estando agendada a próxima em local a anunciar no concerto de Abrantes”, adianta o presidente da UDIPSS.


Leave a Reply

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: