fbpx
Foto arquivo. Manifestação dos estudantes de Alcanena em dezembro de 2019

Manifestação na 6.ª feira à porta da Assembleia Municipal – População protesta contra a poluição em Alcanena

Em Região

O Movimento SOS Alcanena convocou um protesto para que os alcanenenses dêem voz à sua indignação marcando presença numa manifestação nesta sexta-feira, 24 de julho, sexta-Feira, à porta do Cine-Teatro São Pedro, a partir das 20h00, aproveitando a realização da reunião de Assembleia Municipal.

“Pedimos a todos que usem roupa preta, em sinal de luto pela morte lenta a que estamos condenados”, apela o SOS Alcanena, solicitando ainda a “utilização de isqueiros, a lanterna do telemóvel ou outros engenhos, vamos criar uma “vigília fúnebre” para podermos expressar a nossa indignação”.

Devido à pandemia da Covid-19, o movimento SOS Alcanena apela ao” bom-senso e a que se cumpram as regras de protecção de propagação de contágio. Assim, aos manifestantes pede-se que utilizem máscara (que em Alcanena tem dupla função) e mantenham, na medida do possível, o distanciamento adequado”.

A decisão de marcar esta manifestação foi tomada no domingo, 19 de julho, pelo SOS Alcanena. Diz o texto que, “como é de conhecimento público, a situação ambiental em Alcanena tem prejudicado a vida e a saúde dos habitantes do concelho nas últimas décadas, tendo-se tornado particularmente grave nos últimos anos. Vários focos de poluição ambiental, com a libertação de H2S (Sulfeto de Hidrogénio) no ar de Alcanena, um gás particularmente prejudicial para a saúde, têm ocorrido de forma sistemática, levando a população a uma morte lenta”.

O texto refere que “a falta de consideração da indústria poluente e a incompetência do poder autárquico têm criado desânimo e saturação na população que não parece disposta a tolerar mais um verão de maus-odores intensos e ar poluído que provocam vários efeitos na população: vómitos, dores de cabeça ou garganta irritada; além das alterações injustificadas no modo de vida num concelho com um dos IMI mais altos da região: com um calor insuportável ter de circular de carro com os vidros fechados, ter de fechar todas as janelas em casa e mesmo assim acordar com a casa empestada a “ovos podres”, ou ficar privado do que é um direito básico: respirar ar puro!”

Vídeo de Ricardo Rodrigues, do movimento SOS Alcanena: “Já passa das três da manhã e acabei de vir da ETAR de Alcanena, após relatos de maus-cheiros. É inacreditável o que a população de Alcanena tem de suportar. Dia após dia, verão após verão, ano após ano, esta exposição a Sulfeto de Hidrogénio. Estão-nos a matar aqui! Ajudem a população de Alcanena, porque isto já ultrapassou todos os limites e toda a falta de vergonha, quer dos industriais quer da autarquia. São cúmplices nesta morte lenta a que condenam a população de Alcanena”.

1 Comment

Leave a Reply

Recentes de Região

Ir para Início
%d bloggers like this: