fbpx

A Rodoviária que não quer “rodar”

Em Opinião

Ficámos a saber esta semana que a Rodoviária do Tejo, se prepara para prolongar o lay-off até final do ano 1.

A situação é particularmente penosa para os trabalhadores que vêm privados de parte do seu salário, e consequentemente para o Distrito de Santarém que tem grandes lacunas ao nível dos transportes entre concelhos.

Temos assim o pior dos mundos, que afeta não só os trabalhadores em concreto da empresa, mas outros que também a usam para trabalhar, uma situação que se não for invertida pode levar a que cerca de 750 trabalhadores fiquem cerca 8 meses com o salário reduzido, neste momento a maioria tem o vencimento a 570€ líquidos mensais2 sendo que os seus custos fixos na vida quotidiana não conhecem alívio.

A situação não é a única agressão aos Direitos laborais, neste grupo empresarial propriedade da Barraqueiro/Arriva, em Novembro de 2017 a Act multou a Ribatejana Verde do mesmo grupo por ter descontado do salário de um trabalhador tempo exercido em atividade sindical3.

Choca mais ainda saber que as empresas do setor passaram os custos para a segurança social, ou seja se o estado financia esta situação (neste caso direta e indiretamente), não pode permitir que a liberdade económica seja sempre pretexto para nacionalizar prejuízos e privatizar lucros, e deveria ter uma palavra a dizer sobre a gestão da mesma.

Num Distrito com problemas de despovoamento, de interioridade e baixos salários a situação irá aumentar esses problemas e contribuir para o efeito em cascata de outros setores, até porque o desnorte em termos turísticos já existe e pode também ser agravado por esta situação4.

Não podem ser os trabalhadores a pagar os custos da Covid-19, a parte reconhecida como mais frágil pela legislação laboral. Nem o lay-off servir como instrumento de gestão corrente empresarial, banalizado desde os tempos da pandemia, nem a precariedade, pobreza e interioridade serem o “novo normal”.

Luís Martinho


1    https://maisribatejo.pt/2020/07/25/sindicato-denuncia-rodoviaria-do-tejo-quer-prolongar-lay-off-ate-final-do-ano/

2    http://www.cgtp.pt/accao-e-luta-geral/14423-concentracao-contra-lay-off-na-rodoviaria-do-tejo

3    http://www.cgtp.pt/accao-e-luta-geral/11221-ribatejana-verde-multada-por-penalizar-actividade-sindical

4    https://maisribatejo.pt/2020/07/25/distrito-de-santarem-dividido-dispersa-promocao-turistica/

Deixar uma resposta

Recentes de Opinião

Os milhões

Anuncia-se uma chuva de milhões de euros sobre os nossos ombros. Em…

Ir para Início
%d bloggers like this: