fbpx

Há 52 infetados – Direção do lar da Póvoa de Santarém pede encerramento imediato

Em Sociedade

O Centro de Repouso e Lazer Fonte Serrã, na Póvoa de Santarém, tem 52 pessoas infetadas com Covid-19, entre utentes e funcionários, de acordo a Proteção Civil do concelho.

Os resultados dos novos testes realizados ontem chegaram esta terça-feira e confirmaram mais 16 infetados: 12 idosos residentes e quatro funcionários.

A médica que dá consultas no lar terá estado na origem do surto e trabalha igualmente no Hospital Distrital de Santarém. A presidente do conselho de administração do HDS, Ana Infante, confirmou à Lusa que foram colocados em quarentena outros nove clínicos que contactaram com a médica infetada.

Por causa deste surto, o Hospital de Santarém pediu esta segunda-feira que os doentes urgentes sejam encaminhados para outras unidades hospitalares por ter 19 médicos da escala do seu Serviço de Urgência ausentes, quatro deles com covid-19 e 15 em isolamento por “contacto de alto risco”.

Em comunicado, o diretor clínico do Hospital Distrital de Santarém (HDS), Paulo Sintra, afirma que esta unidade de saúde “enfrenta uma diminuição na sua capacidade de resposta”, dada a ausência destes 19 clínicos e ao facto de o Serviço de Internamento, onde se encontram internados nove doentes positivos e 42 suspeitos, estar “sobrecarregado pela falta de profissionais disponíveis”.

Entretanto, hoje em declarações à SIC, a direção do lar da Póvoa de Santarém afirma ter pedido ao delegado de Saúde e à Segurança Social que proceda ao encerramento imediato do lar por não estarem reunidas as condições mínimas de segurança para os utentes.

Com o número de infetados a crescer no Lar da Póvoa de Santarém, a situação é agora mais preocupante. Também a diretora técnica soube este domingo que estava infetada.

Os utentes que apresentavam sintomas de Covid-19 foram transferidos para o Hospital de Santarém no dia 25 de agosto.

Leave a Reply

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: