fbpx

Equipa para a Igualdade na Vida Local já está constituída em Abrantes

Em Região

A Equipa para a Igualdade na Vida Local vai acompanhar os protocolos estabelecidos e a sua implementação de forma a permitir a entrada de setores não clássicos na área de intervenção da Igualdade. No caso de Abrantes, a Câmara Municipal encontra-se na linha da frente em matéria de ações públicas junto da população, valendo-lhe o reconhecimento nacional através da atribuição do prémio “Viver em Igualdade” conferido pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.

Foi aprovada no dia 01 de setembro, a proposta de constituição da EIVL – Equipa para a Igualdade na Vida Local, prevista no Protocolo de Cooperação para a Igualdade e a Não Discriminação, assinado em junho de 2019 entre a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) e o Município de Abrantes.

A EILVL será composta pelos seguintes elementos:

Presidente da Câmara – Manuel Jorge Valamatos ou Vereadora Celeste Simão;

Conselheira Interna – Isabel Cartaxo que é Conselheira Local para a Igualdade;

Conselheira Externa – Maria Piedade Pinto que é Conselheira Local para a Igualdade;

Dirigentes da Câmara Municipal das seguintes áreas:

• Divisão de Gestão das Pessoas: Hélder Rodrigues;

• Divisão Financeira: Ana Neves;

• Divisão de Obras Públicas: Sara Morgado;

• Divisão do Urbanismo: Carlos Duque;

• Divisão do Conhecimento: Lurdes Batista;

• Divisão do Desenvolvimento Social: Isabel Cartaxo;

Especialista da bolsa de especialistas da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG)– Elisabete Brasil;

Presidente da Junta de Freguesia, representante e nomeado pela Assembleia Municipal–Pedro Matos (Presidente da Junta e Freguesia de Mouriscas).

A Equipa para a Igualdade na Vida Local vai acompanhar os protocolos estabelecidos e a sua implementação de forma a permitir a entrada de setores não clássicos na área de intervenção da Igualdade.

O novo protocolo de cooperação estabelecido com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, estabelece linhas orientadoras no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação 2018/2030 – Portugal Mais Igual e pretende contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de direitos humanos, igualdade entre mulheres e homens, não discriminação e não-violência junto das populações.

Esta nova geração de protocolos pretende também alinhar o trabalho dos municípios com a Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação – Portugal + Igual, integrando temáticas que tradicionalmente alguns municípios ainda não trabalharam.

No caso de Abrantes, a Câmara Municipal encontra-se na linha da frente em matéria de ações públicas junto da população, valendo-lhe o reconhecimento nacional através da atribuição do prémio “Viver em Igualdade” conferido pela CIG. Desse trabalho, destaca-se, entre outras, a materialização do Plano Municipal para a Cidadania, Igualdade de Género e não Discriminação, o trabalho no âmbito do Gabinete de Apoio à Vítima ou o Serviço Municipal de Promoção da Cidadania e da Igualdade, a Rede Especializada de Intervenção na Violência de Abrantes e as ações de informação e sensibilização sobre Igualdades, Discriminação e Violência junto de vários públicos, incluindo as escolas, e em articulação com vários parceiros.

Leave a Reply

Recentes de Região

Ir para Início
%d bloggers like this: