Bandeira da Ética para o projeto “Pais de desportistas são pais responsáveis” do Município de Almeirim

Em Desporto

Foi aprovada a candidatura do projeto do Município de Almeirim “Pais de desportistas, são Pais responsáveis” à bandeira da ética.

A candidatura do Município de Almeirim à certificação da Bandeira da Ética foi aprovada pelo Instituto Português do Desporto e Juventude/ Plano Nacional de Ética no Desporto.

O projeto “Pais de desportistas são pais responsáveis” foi lançado em 2018, depois da agressão aos jogadores do Sporting na Academia de Alcochete, tendo o autarca afirmado na altura ter entendido ser “o momento certo” para avançar com uma ideia que andava a ser trabalhada “há muito tempo”.

“Se o desporto ao mais alto nível não dá o exemplo, então é tempo de os pequenos clubes e associações desportivas, que são o verdadeiro garante do desporto para todos, se mobilizarem. A Câmara dará também esse exemplo, incentivando ou penalizando. É tempo de mudarmos mentalidades e comportamentos”, escreveu o autarca nas redes sociais, na altura.

A Câmara de Almeirim distribuiu milhares de folhetos, com as 10 regras preconizadas no programa, pelos diversos recintos desportivos do concelho para que os seus frequentadores as conheçam, sendo que a última regra recomenda àqueles que entendem não conseguir cumprir todas as outras que “então, fique em casa”.

Desta forma, o Município de Almeirim passa a fazer parte de uma comunidade de instituições comprometidas com a ética no desporto e reconhecidas pelo trabalho que desenvolvem neste âmbito.

Com base no lema “Juntos, sabemos mais e fazemos melhor”, as entidades registadas na plataforma tecnológica e certificadas com a Bandeira da Ética, passam a integrar uma comunidade de instituições comprometidas com a ética no desporto, podendo comunicar, estabelecer e reforçar esse objetivo comum nas suas redes colaborativas, partilhando as suas boas práticas, tendo em vista a melhoria contínua dos seus processos internos e da gestão da comunicação externa.

A Bandeira da Ética consiste na certificação e promoção dos valores éticos no desporto. A implementação e operacionalização da Bandeira da Ética compete ao Instituto Português do Desporto e Juventude, através do Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED), mediante a criação de uma marca de qualidade das iniciativas desportivas, a qual deve ser potenciada pelas entidades certificadas dentro e fora da sua organização. Na sua conceção contou com o apoio da Universidade dos Valores.

A Bandeira da Ética é dirigida a todas as entidades que pretendam que seja reconhecido e certificado o seu trabalho no âmbito da promoção dos valores éticos através do desporto. Os proponentes podem requerer a certificação de projetos, iniciativas, departamentos, ou da própria entidade no seu conjunto de atividades, devendo a informação prestada ser coincidente com o âmbito da certificação pretendida.

No distrito de Santarém, Almeirim é a primeira Câmara Municipal a receber a bandeira da ética, embora já se encontram aprovadas cerca de 40 associações e clubes:

Acrobatikdays – Clube Ginástica de Fátima;

ADRC VASCO DA GAMA;

Associação Académica de Santarém;

Associação de Futebol de Santarém;

Câmara Municipal de Almeirim;

CASA DO BENFICA EM ABRANTES;

cdtnoab;

Centro Cultura Recreio e Desporto Moçarriense;

Centro Desportivo de FátimaCentro Recreativo do Casal do Grilo;

Chamusca Basket Clube;

Clube Amador de Desportos do Entroncamento;

Clube Andebol São Vicentense;

Clube Associativo e Desportivo de Coruche;

Clube Atlético Ouriense;

Clube de Judo de Torres Novas;

Clube Desportivo “Os Patos”;

Clube Desportivo Amiense;

Clube Desportivo Vilarense;

Federação de Ju-Jitsu e Disciplinas Associadas de Portugal;

Footkart Escola de Futebol Karting Associação;

Grupo Desportivo de Benavente;

Grupo Desportivo Samora Correia;

Laranja Mecânica FC;

Município de Abrantes;

Soccer Scalabis;

Sport Club Ferreira do Zezere;

União Futebol Clube de Almeirim;

União futebol comercio industria tomar;

Vitória Clube de Santarém;

Vitoria futebol clube Mindense.

1 Comment

Leave a Reply