fbpx

Sindicato dos Enfermeiros afirma que situação no Hospital de Santarém é grave e é inadmissível desvalorização por parte da administração

Em Saúde

No Hospital de Santarém há 46 enfermeiros ausentes, uns por estarem infectados e  estarem em isolamento profiláctico, e outros em quarentena para vigilância, afirma o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

Em declarações públicas, ontem, 25 de outubro, a presidente do conselho de administração afirmou que o hospital continua a conseguir dar as respostas necessárias, apesar de uma centena de profissionais ausentes.

A presidente do conselho de administração sustenta esta afirmação com a contratação durante o verão de 15 enfermeiros, o aumento da carga horária das equipas, e a “requisição” de enfermeiros em funções de chefia para a prestação de cuidados.

Para o SEP, esta argumentação é “inaceitável”. Isto porque considera que “de junho a outubro decorreram 4 meses onde, obrigatoriamente, a administração se deveria ter preparado para uma segunda onda da pandemia, já esperada”. Os enfermeiros alertaram durante o Verão para a escassez de enfermeiros, um elevado número de horas extraordinárias e exaustão das equipas.

“As contratações ao longo do ano sempre se demonstraram insuficientes e, inadmissivelmente, continuam a recorrer a ilegalidades como é o caso de horários de 12 horas e, agora, é colocar enfermeiros chefes na prestação de cuidados”, afirma o Sindicato.

O SEP “responsabiliza a administração do hospital, o Ministério da Saúde e Governo pela situação actual com que os profissionais estão confrontados por ausência de medidas de tampão no acesso aos serviços de internamento do hospital e, em consequência, pelo aumento dos ritmos de trabalho dos enfermeiros”.

Para o Sindicato, “a realidade do Hospital de Santarém demonstra que todos os profissionais estão na linha da frente do combate à pandemia e não apenas aqueles poucos que o governo decide para poupar no prémio e no subsídio de risco”.

2 Comments

  1. […] Helena Jorge afirma que o surto apenas foi conhecido há poucos dias, ainda não foram testados todos os profissionais e já existem 120 profissionais infetados ou em isolamento profilático, situação que poderá piorar nos próximos dias, criando dificuldades num Hospital que já antes da pandemia sentia graves dificuldades por falta de pessoal. Segundo Helena Jorge, há 46 enfermeiros ausentes, 16 infetados e os restantes em isolamento profilático. […]

Leave a Reply

Recentes de Saúde

Ir para Início
%d bloggers like this: